Publicidade
Publicidade

O "clima está pesado". Estas foram as palavras ditas pelo brasileiro Mauro Van Erven, de 37 anos, que trabalha em um pequeno hostel na Espanha, mais especificamente em Barcelona, local onde ocorreu, nesta quinta-feira (17), o atentado terrorista que matou pelo menos 13 pessoas e feriu gravemente outras dezenas.

Mauro disse ao portal de notícias G1 que, logo após o atentado, muitos turistas voltaram correndo para o hostel. Estavam desesperados. Muitos presenciaram toda a cena. O que parecia um filme de terror era a realidade nua e crua e eles estavam a poucos metros de onde tudo aconteceu.

Terrorista escolheu atacar um ponto turístico

O terrorista que dirigia a van escolheu atacar um local extremamente movimentado, uma via chamada La Rambla, local mundialmente conhecido e que vive cercado de turistas de todo o mundo.

Publicidade

Este mês em especial a quantidade de pessoas nas ruas ainda era maior, pois, em agosto grande parte da Europa está de férias.

O brasileiro que trabalha lá disse que, logo depois do fato acontecer, todo o comércio foi fechado e o metrô deixou de funcionar por algum tempo.

A polícia de Barcelona agiu rápido e de forma assertiva. Já foi noticiado pelo porta-voz da Catalunha que dois suspeitos foram presos. Ainda não há informações sobre a identidade deles.

Brasileira escapou do atentado

Outro relato interessante foi de uma brasileira que escapou do atentado. Camila Becker, que mora em Barcelona, estava com outros amigos na rua que ocorreu o ataque terrorista.

Ela relatou aflita que pensou que iria morrer. Camila estava caminhando para um mercado famoso na região quando escutou tiros e viu uma van se aproximar das pessoas em altíssima velocidade.

Publicidade

Por um momento, a brasileira pensou que o ataque seria dentro do mercado, já que todos corriam desesperados, atônitos, sem saber o que fazer e como agir.

Camila conta ainda que correu para longe do centro da confusão e tentou pegar o metrô, mas não conseguiu, pois estava interditado.

Em todo o mundo as pessoas lamentam o ataque

A comoção é grande ao redor do mundo. Muitas pessoas expressam sua dor e tristeza nas redes sociais:

Políticos influentes mostram-se inseguros e preocupados com o avanço assustador dos atentados terroristas. O que fazer para acabar com esse tipo de ação criminosa que tira a vida de tantos inocentes?

Nenhum país sente-se seguro. Os terroristas não temem nem mesmo serem mortos durante o ataque. Combater um inimigo assim é, com certeza, uma tarefa árdua para as autoridades. #Terrorismo #FC Barcelona