Publicidade
Publicidade

O caso de Chelsea Blacwell, de 27 anos, acabou repercutindo em todo o mundo. A carcereira trabalha na Inglaterra, em uma prisão de grande segurança na cidade de Aulesbury. Muito linda e competente, Chelsea acabou virando notícia em todo o mundo por conta de uma atitude realizada na prisão do Reino Unido. Ela se apaixonou, justamente, por quem não devia. Chelsea ficou enamorada de um dos prisioneiros da cadeia. Ela ficou muito apaixonada pelo rapaz, que seria um gato daqueles.

Carcereira troca conteúdos picantes com preso e vai parar atrás das grades

O sortudo em questão é Emmanuel Calender-Scott, de 21 anos. Durante praticamente um ano, os dois se corresponderam de maneira secreta.

Publicidade

Ele foi preso foi conduta violenta. Emmanuel é considerado um rapaz muito agressivo e estava amargando os seus dias vendo o sol nascer quadrado. A vida dele mudou quando Chelsea começou a mandar mensagens para ele. Os dois trocavam mensagens e fotos extremamente obscenas.

Polícia não sabe como preso conseguiu manter contato com carcereira sexy

O caso virou um tremendo mistério dentro da cadeia. A polícia apenas sabe que o preso tinha um celular em mãos, mas ninguém sabe explicar como ele entrou na cadeia. A #Carcereira nega que tenha sido ela a dar o aparelho ao rapaz. Ela confessou apenas que se apaixonou por ele e que, por isso, trocava mensagens com o bonitão. Os dois planejavam como seria a vida fora da cadeia. O planejamento, no entanto, não estava dando tão certo como os dois imaginavam.

Publicidade

Carcereira fica louca por preso gato e só queria saber de falar de sexo com ele

Ao todo, a polícia registrou mais de 900 mensagens da carcereira sexy para o prisioneiro. Todo o conteúdo foi enviado pelo celular. A maior parte das mensagens eram apenas conversas sexuais da mulher falando sobre os seus desejos que tinha pelo encarcerado. Ela chegou a mandar fotos sem mostrar o rosto. Além de mandar mensagens, ela também ligava para o rapaz. Foram mais de 120 ligações da casa dela para o bonitão. Praticamente todos os dias, pela manhã, ela fazia esse ritual.

Carcereira liga, tira foto e envia até cartas para preso por quem se apaixonou

A carcereira também enviada cartas sem colocar o seu nome, mas se esqueceu de um detalhe, o endereço. As mensagens datam de julho a agosto de 2016. Porém, o caso só foi a julgamento nessa semana. Ou seja, em um mês, a mulher enviou 900 mensagens, ligou 120 vezes e mandou muitas cartas para o amado. Agora ela ficará 8 meses presa. #Preso sexy