Para muitas pessoas, a relação sexual é essencial para que uma união dure por mais tempo. E para este casal de americanos em especial, fazer sexo passou a ser um grande problema. Na realidade, este era o ponto difícil do #Casamento deles, pois eles eram tão obesos, que mal conseguiam manter relações íntimas, tanto que, por conta da dificuldade, eles chegavam a fazer sexo apenas três vezes no ano. [VIDEO]

O problema passou a ser tão grave entre eles, que quase resultou em um divórcio. Porém, como uma solução para salvar o casamento, ambos decidiram tentar emagrecer de uma vez por todas.

O casal, Amber e Bo Wagner, que mora em Bluefield, no West Virginia, EUA, namora desde que eles eram adolescentes.

Publicidade
Publicidade

Logo após se casarem, perceberam que estavam engordando muito.

Amber, que antes pesava 57kg, passou a pesar 163kg. Agora o esposo, Bo Wagner, foi de 95kg para 159kg. Esse excesso de peso todo, passou a prejudicar a vida amorosa deles e isso foi tão preocupante, que eles resolveram tomar atitudes bem radicais.

Segundo o que diz na reportagem publicada no ‘Daily Mail’, o casal possui dois filhos, sendo que, nos três primeiros anos do casamento deles, não tiveram mais que 10 relações sexuais. De acordo com o que contam, eles eram muito grandes na cama e aquilo não estava sendo muito divertido para eles.

O relacionamento deles já estava prejudicado por conta disso tudo quando Bo perdeu o emprego e eles chegaram a perder a casa. E isso arruinou ainda mais o casamento deles.

A mudança e a dieta

Com tanto medo de se separar, o casal decidiu mudar de hábitos para tentar salvar a união que eles tinham.

Publicidade

Amber conta que quando estava acima do peso, era completamente infeliz e que aqueles, tinham sido os piores anos de sua vida.

Já para o marido, eles eram como ‘pessoas nojentas’, eles não levantavam do sofá para nada, não cuidavam da casa e viviam reclamando de tudo. Bo ainda afirma que nunca deixou de amar a sua esposa, mas realmente, reconhece que não eram felizes e tão pouco saudáveis.

Quando eram obesos, Amber e Bo se alimentavam apenas de besteiras e de tudo de forma exagerada. Ela, começou a engordar logo após a sua primeira gestação, pois pelo que conta, ela comia por dois e o marido comia para acompanhá-la.

Eles consumiam pilhas e mais pilhas de hambúrgueres, besteiras e refrigerantes, gastavam mais que R$62 mil só com fast food, o que os levou a ter problemas financeiros, isso, como se já não bastasse os relacionados ao sexo. Ou seja, realmente era a hora de mudar!

Juntos, rumo a mudança!

A esposa foi a primeira a adotar a dieta, que por sinal, era cheia de regras. Se ela sentisse vontade de repetir uma refeição por exemplo, ela tinha que levantar do sofá para se alimentar e como nunca tinha coragem para isso, logo desistia de pegar o segundo prato.

Publicidade

Depois de pouco tempo, o marido resolveu seguir o exemplo dela. [VIDEO]

Assim, o casal passou a comer menos e ainda passou a se alimentar de forma mais saudável. Passaram a comer peru no lugar de carne vermelha e cortaram de vez os alimentos pesados. Além disso, com mais energia, começaram a acordar às 6h da manhã para fazer exercícios físicos.

Mesmo com tantas restrições, eles admitem que ainda fogem das regras de vez enquanto e comem algumas guloseimas e batatas fritas, sendo que agora, consomem tudo com muita moderação. Desde novembro de 2015, juntos, já perderam 178 kg por conta dos seus novos hábitos e isso, ajudou o relacionamento deles, que segundo o que contam, está cada vez melhor!

“Realmente acredito que ter emagrecido nos uniu novamente”, conta Amber que diz que acredita que a perda de peso, melhorou o seu casamento em 120% e que agora, a vida sexual deles está mil vezes melhor do que antes. #casais #obesidade