Publicidade
Publicidade
3

Uma mulher grávida teve queimaduras graves depois que seu telefone Samsung explodiu, enquanto carregava na cama, nesta semana.

A inglesa Kathleen Walsh, de 25 anos, dormia com seu marido Daniel Collict, 29 anos, quando o celular #Samsung Galaxy S5 explodiu. O telefone estava em cima do edredom quando acendeu e depois explodiu em chamas, deixando um buraco no colchão e as mãos de Kathleen com machucados.

Daniel diz que agradece por sua esposa e filho estarem bem, já que a explosão poderia ter afetado a gestação. "Kathleen está grávida e, se ela estivesse dormindo alguns centímetros mais perto, ela e nossa criança por nascer poderiam ter sofrido um destino horrível", declarou.

Publicidade

O casal afirma que sabia de casos em que celulares explodiram por esquentar demais enquanto estavam conectados ao carregador, mas nunca achou que isso aconteceria com eles.

Susto e explosão

O casal estava dormindo na cama, junto com o cachorro Sasha, pouco depois das seis da manhã, quando Kathleen apertou o botão soneca do celular. Nesse momento foi quando os dois ouviram um sinal muito alto, parecido com o que acontece quando é solto um rojão.

Então viram a bateria do celular em chamas e o colchão derretendo. Daniel conta que levou o cachorro para fora e abriu as janelas para o ar ventilar, enquanto jogava água no colchão e, então, dirigiu-se ao hospital para socorrer sua esposa.

No momento da explosão, o casal conta que estava aconchegado em um lado da cama, o que salvou a esposa, pois se Kathleen estivesse deitada em seu lugar convencional, o telefone estaria bem ao seu lado e as lesões seriam maiores e mais sérias.

Publicidade

O casal havia terminado há poucos dias a reforma do quarto do bebê, porém, há sinais de fumaça no quarto e nas roupas da criança.

“Eu poderia ter perdido meu bebê”, disse Kathleen, que agora está sendo tratada na unidade de queimaduras Stoke Mandeville Hospital, na Inglaterra. Espera-se que ela esteja bem em pouco tempo.

Resposta da Samsung

Collict diz que a empresa Samsung, que fabrica o modelo do celular Galaxy S5, demorou para indicar qualquer resposta ou preocupação. "A Samsung disse muito pouco, demorou cinco dias para que alguém entrasse em contato, pedisse desculpas ou perguntasse se minha companheira estava bem”.

Uma porta-voz da Samsung disse que não há problemas de segurança conhecidos com dispositivos Galaxy S5. "A Samsung leva todas as reclamações dos clientes extremamente a sério e este incidente está sendo investigado e nossa equipe de atendimento ao cliente está em contato direto com o cliente", pronunciou-se a empresa. #explosao #galaxyS5