A #Coreia do Norte continua fazendo suas ameaças e agora se mostrou pronta para atacar os Estados Unidos. É que o país norte-americano tem algumas bases na ilha de Guam e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, afirma ter pelo menos quatro mísseis apontados nesta direção, prontos para serem lançados.

O exército norte-coreano está se preparando para usar os quatro mísseis Hwasong-12 em um ataque contra Guam e esta atitude é uma advertência aos norte-americanos. O plano de ataque a ilha Guam está sendo concluído e até o final deste mês será apresentado a Kim Jong-un. Depois disso, só dependerá de suas ordens para que o ataque aconteça, ou aguarde um pouco mais.

Publicidade
Publicidade

A queda de braço de Washington com Kim Jong-un está ficando cada vez mais perigosa e o mundo todo está tenso com o desenrolar desta história. O presidente dos #Estados Unidos, Donald Trump, disse, nesta terça-feira (8), que a Coreia do Norte vai encontrar ‘’fúria e fogo’’ de uma forma que o mundo jamais viu se continuar fazendo ameaças aos Estados Unidos. O Pentágono já enviou dois bombardeiros B-1B para perto de Guam.

A Coreia do Norte disse que Trump está afirmando é ‘’um monte de bobagens’’, não tendo ideia de como a situação está grave e que o país continuará atento a tudo que os Estados Unidos farão em relação ao problema.

Existe risco de uma guerra nuclear entre Estados Unidos e Coreia do Norte?

Esta é a pergunta que o mundo inteiro está fazendo neste momento. Donald Trump se mostra cada vez mais disposto a atacar a Coreia do Norte, que, por sua vez, promete responder à altura.

Publicidade

Tem ainda a notícia de que Pyongyang conseguiu miniaturizar uma ogiva nuclear, que pode ser transportada em um míssil intercontinental, ou seja, pode chegar até mesmo ao território norte-americano ou países aliados.

Apesar deste clima tenso, os especialistas no assunto afirmam que não há chance de ter uma guerra, primeiro porque ninguém quer isso. A Coreia do Norte sabe que se a guerra começar, o país seria praticamente eliminado do mapa, assim como os americanos sabem que seriam bastante afetados. Kim Jong-un não é nenhum suicida, tanto é que ele não faz, fica ameaçando, o que deixa claro que a intenção dele é não iniciar uma guerra.

Um medo que vem crescendo entre as pessoas é que os Estados Unidos faça um ataque preventivo e isto faria com que Kim Jong-un atacasse, aí a guerra teria mesmo início. Mas Trump sabe que qualquer ataque que fizer vai resultar na morte de milhares de pessoas, inclusive civis americanos. A Coreia do Norte atacaria a Coreia do Sul e mostraria seu poder de longo alcance, podendo atingir cidades americanas.

Seja como for, o mundo acompanha dia após dia essa queda de braço, que parece que não terminará tão cedo.