Publicidade
Publicidade

A Coreia do Norte afirmou nesta quarta-feira (9) que está "analisando atenciosamente" um projeto para fazer um ataque à região americana de Guam, no Pacífico, com mísseis balísticos. A resposta do país asiático veio após o presidente dos EUA, #Donald Trump, poucas horas antes, dizer que qualquer investida contra os #Estados Unidos seria respondida com "fúria e fogo". De acordo com a Reuters, um agente ligado ao governo norte-coreano, em um depoimento ao órgão governamental KCNA, afirmou que o projeto será executado "a qualquer momento". Sua vizinha – a Coreia do Sul, que é aliada aos EUA – disse que os norte-coreanos executariam a investida próxima a alojamentos militares estratégicos dos Estados Unidos, em Guam, com mísseis balísticos de alcance intermediário.

Publicidade

Outro agente ainda ligado à Coreia do Norte afirmou que iria fazer um plano preventivo, caso os norte-americanos aparentassem gestos de ameaça.

O local do ataque

A região do Guam, conhecida como "ponta de lança", é um local estratégico para a influência dos EUA no Oceano Pacífico, além de conter muitos soldados americanos e seus familiares. O local do ataque que os agentes da Coreia do Norte citaram fica exatamente na Base da Força Aérea de Anderson, localizada na pequena ilha protegida pelos Estados Unidos.

Outro agente do país asiático, ligado à Força Estratégica do Exército Popular norte-coreano, avança que as atuais atitudes dos americanos – além de um teste de mísseis balísticos intercontinentais dias atrás, e um voo de caça de bombardeiro nesta segunda-feira na região coreana –, podem gerar uma guerra muito grave.

Publicidade

A declaração de Donald Trump na terça-feira

Nesta terça-feira (8), Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, afirmou reagir com "fúria e fogo" a qualquer investida vinda do país norte-coreano, caso o ditador #Kim Jong-un insista com seus testes de mísseis balísticos e pela continuidade da criação do seu armamento nuclear.

"É melhor que a Coreia do Norte não faça mais ameaças aos Estados Unidos. Enfrentarão fúria e fogo como o mundo nunca viu", afirmou o presidente norte-americano Donald Trump, em Nova Jersey, no seu clube de golfe em Bedminster, onde costuma passa suas férias.

A declaração do presidente americano aconteceu no mesmo dia em que o jornal "The Washington Post" afirmou que, segundo os agentes de inteligência norte-americana, os norte-coreanos terminaram de realizar a miniaturização de uma bomba nuclear para acoplá-la nos mísseis de longo alcance: os conhecidos mísseis intercontinentais