Alguns dias atrás a pequena Charlottesville, no estado da Virgínia (EUA), foi notícia no mundo todo devido a uma violenta manifestação de nacionalistas brancos, a marcha foi intitulada de Unite the Right. A polícia declarou que o ato era ilegal e usou gás para tentar dispersar os manifestantes.

Houve confrontos entre os manifestantes e pessoas contrárias à ideologia do ato. A situação se agravou quando um carro avançou em alta velocidade sobre um grupo de pessoas, deixando vários feridos e um morto. James Alex Fields Jr., que dirigia o carro, chegou a fugir do local, mas acabou preso pela policia. Heather Heyer, de 32 anos, foi a vitima fatal.

Publicidade
Publicidade

Dentre os manifestantes da marcha estavam membros da famigerada Ku Klux Klan [VIDEO], uma organização com um passado extremamente sombrio e violento e que até hoje se mantém, obviamente que em menor número e sem a violência as claras como antigamente.

Mas o que é a #KKK como também são conhecidos. Descubra a seguir.

Ku Klux Klan

A organização KKK defende correntes reacionárias e extremistas, como a supremacia e o nacionalismo branco [VIDEO], o racismo extremo e a anti-imigração. A Klan (outra forma como são conhecidos) tornou-se famosa por suas cruzes em chamas, método usado para intimidar e ameaçar os negros e também brancos que eram contra a ideologia da KKK. A Ku Klux Klan é dividida em três fases ao longo da história. Veja agora um breve resumo destas fases.

1865 – 1870

A KKK surgiu no sul dos Estados Unidos devido à derrota dos sulistas na Guerra Civil, que havia terminado aquele ano com a vitória da União e o fim da escravidão.

Publicidade

O objetivo era derrubar os governos republicanos que comandavam os estados do Sul durante a Era da Reconstrução, principalmente perseguindo e matando líderes negros que surgiram ao fim da escravidão.

Com ataques em todo o Sul americano, foi por volta 1871 que o grupo foi suprimido diante de uma lei federal. As vestimentas emblemáticas e conhecidas do grupo foram criadas nessa fase, muito para se parecerem “fantasmas” e aterrorizarem a todos.

1915 – 1944

A Klan voltou a se formar muito tempo depois da desestruturação da primeira fase. Relatos indicam que a manifestação do grupo tenha reiniciado em 1915, principalmente nas áreas urbanas do Oeste e Centro-Oeste americano, fazia oposição radical a judeus, imigrantes e católicos, ressaltando a sua fervorosa oposição à Igreja Católica. Nessa fase que a organização passou a queimar cruzes e realizar grandes desfiles, mostrando a todos a sua radical ideologia. Um suposto desmantelamento ocorreu em 1944.

1946 – Até os dias de hoje

A terceira fase da organização se formou logo ao fim da Segunda Grande Guerra, mas de forma diferente das primeiras fases.

Publicidade

Grupos pequenos e desconexos passaram a atuar fazendo o uso e costumes da Klan, sua oposição e luta era contra os direitos civis e, mais uma vez, utilizando da violência e assassinatos para impor a sua posição sobre os direitos aos negros.

Estima-se que hoje exista mais de oito mil membros nos Estados Unidos, a grande maioria espalhada por estados do Sul. A organização já na segunda fase fazia referência ao sangue anglo-saxão, fato que teve mais afirmação na terceira fase. O anglo-saxão remete ao nativismo americano, também defende a moralidade cristã, apesar de denominações cristãs serem oficialmente contra as suas práticas ideológicas. #unitetheright