Qual seria o procedimento normal de um médico após um paciente chegar em seu consultório reclamando de fortes dores no ouvido? Certamente, a principal suspeita seria uma inflamação ou algum problema relacionado à garganta, não é mesmo? Mas na China, um caso parecido com o exemplo acima vem intrigando os médicos do país e até mesmo os mais experientes ainda não conseguiram decifrar este misterioso caso.

Durante a madrugada, na cidade de Guangzhou, na China, um homem deu entrada no serviço médico de emergência da cidade reclamando de uma severa dor de ouvido, que não diminuía nem quando ele tomava altas doses de analgésicos.

Publicidade
Publicidade

O problema, é que a dor começou de uma hora para outra.

Assim que deu entrada no hospital, os médicos logo pediram alguns exames para diagnosticar melhor o problema e indicar um tratamento para a dor do paciente. Logo no primeiro exame, o mais simples da bateria que seria feita, veio a grande surpresa: os médicos conseguiram localizar uma lagartixa dentro do ouvido do homem, que provavelmente não percebeu quando o animal se alojou ali, de madrugada.

O animal já não estava alojado no ouvido do rapaz, mas sim no canal auditivo, que fica localizado em uma região bem mais profunda que o ouvido. Em um simples procedimento, que durou apenas cinco minutos, os médicos conseguiram localizar o animal e retirá-lo, aliviando assim a dor do paciente.

Cuidados com o ouvido

Do mesmo jeito que havia uma simples lagartixa no ouvido do homem, o problema poderia ser muito pior e ter causado sérios problemas a sua saúde.

Publicidade

Por isso, é muito importante cuidar dos ouvidos, e para isso, basta seguir algumas dicas simples.

Para começar, devemos derrubar um grande mito. A melhor forma de manter [VIDEO]a saúde dos ouvidos é não limpando a cera que se acumula, a qual geralmente as pessoas limpam com as famosas "hastes flexíveis". Isso acontece porque a principal função dessa cera é proteger para que não entrem moléculas de água e outras impurezas que, em grande quantidade, podem causar sérios danos ao tímpano.

Cada pessoa produz a quantidade necessária e ideal de cera para a proteção de seu canal auditivo, portanto, retirar ou "tentar limpar" o ouvido é o mesmo que retirar a proteção dele, o [VIDEO] tornando suscetível a todo tipo de impurezas e até mesmo de doenças.

Se com as famosas hastes flexíveis já não é correto passar nos ouvidos, quem dirá outros objetos como grampos, por exemplo. O mais saudável é não mexer nos ouvidos. #Bizarro #notícias quentes