Amy Vigus, de 20 anos, morreu três dias depois de ter participado de uma festa, em Londres, na #Inglaterra. Ela ainda regressou a casa, e dois dias depois, os pais, desesperados, tentaram salvá-la, antes de levarem sua filha para o hospital. Pouco depois de chegar à urgência, a garota entrou em coma, morrendo pouco depois.

Agora, sua família está revelando o caso no #Facebook, tentando alertar outros jovens sobre o terrível incidente que lhes roubou sua filha adorada. "Ela nunca saberá a dor que ela causou. Na próxima vez que você estiver nesse momento, pare e pense sobre nossa Amy e as consequências de seu erro em si mesma e em sua família, que ela deixou para trás", disse sua família, completamente desolada, por causa de mais um trágico incidente motivado pelo consumo de drogas.

A jovem Amy morreu por fazer alergia a uma #droga que ela tomou, pensando que se tratava de ecstasy.

Publicidade
Publicidade

O erro foi fatal, mas é mais um alerta sobre o potencial mal que qualquer droga pode trazer.

Agora, seus pais querem alertar os jovens sobre os perigos das drogas. Eles compartilharam um vídeo no Facebook, que foi visto quase um milhão de vezes. O clipe conta sua trágica história e leva as pessoas a pensarem duas vezes antes de tomarem drogas, descrevendo como o corpo de Amy rejeitou a substância desconhecida que ela tomou e revela a angústia de sua família enquanto passavam seus últimos momentos com ela.

A droga deixou a jovem "violentamente doente". Ela ainda conseguiu chegar a casa, onde entrou em crise. Seus pais não tiveram outra opção e foram eles mesmos que prestaram os primeiros esforços de reanimação.

Depois, Amy foi levada para o hospital, em Colchester, onde voltaria a acordar, mas mais tarde ela sofreu novo colapso, entrando em coma, um momento recordado em esse vídeo emocionante: "Ela se deitou, com seus cabelos perfeitos, cílios postiços, glitter no cabelo, mas sem sorriso no rosto.

Publicidade

Ela se deitou imóvel e aparentemente pacífica. Os corredores do Hospital Geral de Colchester ecoaram com as lágrimas e gritos dos membros da sua família".

Amy é lembrada por seu "coração grande e natureza atenciosa que a levou a fazer múltiplas coisas por caridade". Sua família lançou uma campanha para arrecadar fundos para ajudar não essa família, mas o hospital que tentou salvar sua vida. Uma mensagem em uma página JustGiving dizia: "A Unidade de Cuidados Intensivos Colchester proporcionou cuidados incríveis para Amy quando ela foi levada para o hospital. Nós não podemos agradecer o suficiente para essa equipe por seu incrível apoio e sua atenção que deram para Amy e sua família".