Uma empresa de Wisconsin, nos Estados Unidos,. pretende lançar um software que está sendo testado apenas com tecnologias de última geração. A empresa, que não teve o nome revelado, afirma que pretende ser a primeira empresa dos Estados Unidos a implantar microchips em seus funcionários. O diretor da empresa, Todd Westby, afirma que experiência será uma grande novidade, e ele pretende fazer com que sua empresa faça parte dela.

A empresa afirma que o implante do chips nos funcionários não será obrigatório [VIDEO]. De início, apenas 50 voluntários receberão o #Microchip que será implantado na mão direita. Os custos de manutenção do aparelho serão bancados pela empresa.

Publicidade
Publicidade

A novidade foi inaugurada durante a realização da festa do chip que foi promovida pela própria empresa. Por outro lado Westby, foi rápido em afirmar que os dados de seus funcionários serão apenas criptografados e mantidos em segurança. Ele também explicou que o chip implantado nos funcionários não possui sistema de localização por GPS.

Os idealizadores do projeto afirmam que é difícil prever com certeza como o artefato pode afetar a saúde do funcionários, levando-se em consideração que não existem estudos a longo prazo em relação ao assunto. Entretanto, estes microchips são muito semelhantes aos utilizados no rastreamento do gado de corte e animais de estimação que são chipados pelos donos. Inclusive, alguns proprietários de animais reclamam que bichinhos apresentam uma certa fraqueza nos membros onde os chips foram implantados.

Publicidade

Estima-se que isso ocorra, porque os chips não foram implantados com tecnologia de precisão.

O site Chipmenot.org, é responsável em monitorar os animais de estimação e afirma que muitos destes animais acabam vindo a óbito devido à implantação de chips. A maioria destes animais apresenta lesão da medula espinhal, linfoma e tumores que são causados devido à implantação dos chips. Fotos destes animais que foram postadas pelas redes sociais mostram que eles tiveram suas condições de saúde afetadas negativamente após a implantação.

A maioria acabou desenvolvendo tumores na região onde o chip foi implantado. Pensando nisso, os voluntários de Wisconsin devem gostar muito da empresa onde trabalham a ponto de submeter-se à aplicação de uma tecnologia desconhecida por muitos. Após a implantação, este artefatos só poderão ser removidos através de procedimento cirúrgico.

No momento, a boa notícia para os demais funcionários é que a maioria poderá escolher se pretende instalar o microchip ou não. Entretanto muitos acreditam que, muito em breve, o governo crie uma lei determinando que os cidadãos americanos sejam submetidos à implantação de chips. De acordo com teóricos da conspiração, esta prática facilitará o controle do governos sobre a população. #Implantação de microchip