Publicidade
Publicidade

O #Estado Islâmico assumiu a autoria do atentado ocorrido na tarde desta quinta-feira, [VIDEO]17 de agosto, em Barcelona, que deixou pelo menos 13 mortos e mais de 100 pessoas feridas, algumas em estado grave, segundo informações fornecidas até o momento.

Por volta das 17h, uma van branca avançou na direção de pedestres por cerca de 500 metros na avenida La Rambla, um dos principais pontos turísticos da cidade. De acordo com o relato de pessoas que presenciaram o ataque, o motorista da van fugiu do local e não há informações sobre seu paradeiro. Segundo alguns policiais, ele não estava armado. Outra van branca foi identificada pela polícia em Vic, região de Barcelona, e dois suspeitos foram presos por ligação com o ataque, um marroquino e outro do enclave espanhol de Melilla.

Publicidade

O suspeito de envolvimento no ataque, [VIDEO] Driss Oukabir, foi preso. Seus documentos foram encontrados dentro da van que teria sido alugada por ele, porém, Oukabir se apresentou na delegacia de Polícia da cidade de Ripoll informando que seus documentos foram roubados. Fotos do suspeito foram divulgadas para facilitar sua prisão. Após ver sua foto na mídia, ele procurou a polícia para informar que no momento do atentado estava em Ripoll.

Driss Oukabir é marroquino e residia legalmente na Espanha. Ele foi preso em Figueres, que fica na região norte de Barcelona, pelo período de um mês, acusado de abuso sexual. A polícia não descarta o envolvimento de outras pessoas e continua com a busca por outros suspeitos.

O protocolo de segurança utilizado em situações como essa foi ativado. Após o ataque, a área foi isolada e feito um pedido de toque de recolher para facilitar as investigações.

Publicidade

A recomendação é para que as pessoas transitem pelas ruas somente em casos extremamente necessários.

Mariano Rajov, ministro espanhol, informou que está em contato com autoridades após o ocorrido. A Casa Real da Espanha condenou o ataque nas redes sociais.

Há informações de que o ataque ocorreu após ameaças ao país por apoiadores do Estado Islâmico pedindo a reconquista de al-Andalus, antigo nome da Península Ibérica.

Uma explosão ocorrida na noite de quarta-feira em uma casa na região de Alcanar, na Catalunha, deixou um morto e sete feridos. Ela está relacionada ao ataque desta quinta-feira. Na casa foram encontrados cerca de 20 botijões de gás.

O local do atentando é um importante [VIDEO] ponto turístico onde está localizada La Rambla, a avenida mais famosa de Bercelona, que liga a Praça Catalunha ao monumento de Cristovão Colombo. #Terrorismo #FC Barcelona