Situado na região norte do #Chile, com cerca de 100 quilômetros de extensão, o #Atacama, #deserto mais alto do mundo, árido e seco do planeta, recentemente tem atraído turistas e pesquisadores. O motivo? Uma incomum ebulição de flores.

Considerado pelos astrônomos [VIDEO]o melhor local para observar o universo, o lugar, além de abrigar o famoso telescópio Alma (Atacama Large Millimeter/submillimeter Array), atualmente apresenta uma paisagem diferente da convencional.

Ao invés de poeiras e terrenos irregulares, 200 espécies de flores brindam os visitantes com um espetacular show de cores da mãe-natureza.

Conforme a imprensa internacional, grandes quantidades de chuva, inesperadas para esse ano, caíram no deserto, possibilitando o surgimento das plantas.

Publicidade
Publicidade

Apesar de incomum, a cada cinco ou sete anos o fenômeno [VIDEO] acontece no Atacama. Todavia, especialistas foram surpreendidos pela repetição do episódio num curto espaço de tempo. O acontecimento é considerado uma anomalia.

De acordo com os pesquisadores, ao invés do período tradicional, o território voltou a florir apenas dois anos depois do último evento, em 2015. Algo totalmente inesperado, apesar de belo.

“Foi tão desconcertante que o deserto agora está atraindo milhares de turistas que estão ansiosos para ver as flores”, declara Jimmy Nsubuga, repórter do portal britânico Metro.

Segundo o grupo midiático inglês BBC, o espetáculo encanta turistas e biólogos do Chile e diversos outros países.Todos interessados em avaliar a inusitada ocorrência.

Publicidade

Apesar das centenas de flores colorindo o ambiente, funcionários do governo acreditam que outras nascerão nas próximas semanas, devido ao fato das diferentes espécies germinarem em momentos distintos.

Embora a imprensa tenha restringido a reportagem apenas ao acontecimento em si, sem teorizar sobre os motivos que desencadearam a precipitação das chuvas torrenciais, provavelmente as mudanças climáticas, impulsionadas pelo aquecimento global, tenham papel fundamental no evento.

Ainda que o inofensivo episódio pareça uma demonstração positiva dos efeitos colaterais relacionados ao superaquecimento do planeta, o fato dele acontecer de forma antecipada evidencia o fim da linearidade dos acontecimentos naturais.

Publicidade

Em resumo, o planeta parece estar fora de controle, tentando encontrar maneiras de reduzir os danos causados pelo ser humano.