Publicidade
Publicidade

Algumas notícias surpreendem ao anunciarem fatos inacreditáveis. Muita gente morre de medo de andar de elevador por ter fobia de ficar preso em locais fechados. Acidentes com elevadores acontecem. Alguns deles, inclusive, são fatais.

Um deles envolveu uma mulher #Grávida, que estava vivendo um dos momentos mais felizes de sua vida. Rocio Cortes Nunez, de 25 anos, tinha ido ao Hospital [VIDEO] Virgem de Valme, Sevilha, no Sul da Espanha, para dar à luz, mas acabou sendo vítima de uma super tragédia.

Conheça a história de Rocio Cortes Nunez, a mãe grávida que foi partida por um elevador

De acordo com informações da coluna ‘’Hora 7’’, do portal de notícias R7, a mulher tinha ido a um hospital, quando acabou sendo serrada pelo elevador.

Publicidade

A grávida estava entrando no espaço do elevador do hospital, já de maca, quando algo de muito errado aconteceu.

Um problema mecânico fez com que as portas do equipamento fechassem de maneira abrupta e o corpo da mulher, literalmente, fosse cortado ao meio. Isso porque o elevador subiu com a grávida presa. Por mais que os funcionários tentassem fazer algo, tornou-se impossível impedir que o elevador continuasse a subir.

Família processa hospital, após grávida ser 'serrada' ao meio por elevador

Em entrevista a veículos de comunicação internacionais, José Gaspar, esposo da vítima, contou como tudo aconteceu. De acordo com ele, um forte barulho pôde ser ouvido e ele ficou preocupado com o que pudesse ter acontecido. Naquele momento, José ainda não sabia que a própria esposa era a grande vítima do "elevador assassino".

Publicidade

A família de Rocio agora quer justiça. Apesar do caso ter vindo à tona agora, a mulher morreu no final do ano passado. Apenas nesse momento, no entanto, a família conseguiu formalizar na Justiça uma denúncia contra o hospital e o caso está sendo investigado.

'Meu coração doeu', diz mãe de grávida ao falar do barulho de elevador que cortou sua filha ao meio

A família pode ter problemas ao tentar confirmar tudo o que houve. Isso porque testemunhas garantem que o equipamento nunca deu um problema antes. Já para o lado do hospital, uma coisa pode encrencar. Um laudo atesta que o equipamento não teve a manutenção feita na data prevista.

A mãe de Rocio falou em entrevista do dia do acidente. Ela disse que o seu coração parou quando ela ouviu o barulho e que, rapidamente, perguntou sobre sua filha sobre tudo o que havia acontecido. Ninguém falava nada.

Ela, então, foi perguntar mais e ao andar pelo hospital viu o corpo de Rocio já serrado. Apesar do incidente, o bebê de Rocio sobreviveu, já que ela havia dado à luz antes de tudo acontecer. Além da criança, outros dois filhos foram deixados. #Morte bizarra