Alguns crimes chamam a atenção de todas as autoridades. O tabloide britânico Metro, por exemplo, repercutiu as ações cometidas por dois irmãos. Um deles foi identificado coo Matthews David Thatcher, de 26 anos. A outra tem 18 anos e uma sobrancelha bem marcante, tendo o seu nome identificado pelas autoridades como Emily Thomson. Os dois são acusados de terem violentado pelo menos três crianças trinta e seis vezes. Os estupros aconteciam quando os irmãos estavam juntos. Além deles, uma outra mulher, Mandy Wright, também ajudava na conquista das crianças para os irmãos insanos estuprarem. Emily é meia irmã de Matthew. Às autoridades, ela disse que apenas fez isso, pois estava apaixonada por ele.

Publicidade
Publicidade

Estupros eram fotografados e mensagens mostram terror que pedófilos irmãos provocavam

Os irmãos pareciam realmente não ter a menor dó de suas vítimas. Eles ficavam planejando o crime e quando conseguiam realizar os abusos se vangloriavam dos atos que estavam cometendo. Em entrevista sobre o assunto, Eleri Rees, juíza do caso, que ocorreu no País de Gales, diz que as autoridades conseguiram interceptar mensagens enviadas por meio de aplicativos de smartphones e que elas eram claras em mostrar o desprezo que os irmãos tinham contra os pequenos.

Fotos mostram estupro e provam que irmãos insanos abusaram de menores

Mais de 100 fotos que mostravam os abusos sexuais foram encontradas pelas autoridades. Uma parte delas foi considerada da categoria A, que mostra a conjugação carnal de fato.

Publicidade

Thatcher era quem coordenava as atividades. O homem, segundo a juíza do caso, descobriu sua mente insana e que era capaz de fazer as mais terríveis barbaridades. Uma das vítimas abusadas, ao passar por exames médicos, acabou sendo colocada na categoria de "abuso crônico". Isso porque ela teria sido estuprada vária vezes pelo trio.

Irmãos estupradores são descobertos e passarão muitos anos na cadeia

Thatcher apenas foi preso, após a polícia armar uma investigação para prendê-lo em flagrante. O homem estava conversando no Facebook com o que achou ser um garoto de 14 anos. Na verdade, o papo estava acontecendo mesmo com um policial. Ele e o menino marcaram um encontro e Thatcher foi preso em flagrante. Ele foi condenado a 26 anos de prisão. Já sua irmã pegou uma pena menor, de 12 anos, já que não era ela quem organizava o ato criminoso. A terceira envolvida, Mandy Wright, foi acusada apenas de receber o conteúdo pornográfico de pedofilia e não avisar às autoridades. Por isso, ela foi condenada a sete anos de detenção. #Estupro entre irmãos #Crime absurdo