Publicidade
Publicidade

Já mostramos aqui neste portal de notícias diversos fatos inusitados que ganharam repercussão por todo o mundo. Os casos não param de acontecer, quando menos esperamos, surge mais um e por incrível que pareça, todos reais e comprovados através da mídia de cada país onde o fato ocorreu.

Desta vez, um fato vem ganhando proporções nas redes sociais após um jovem morrer asfixiado por uma cobra anaconda. O fato foi registrado na última sexta-feira (11) em Tampa, na Flórida (EUA), e divulgado nesta quarta-feira (16) pelo site do jornal O Dia, do Rio de Janeiro.

Os paramédicos que atenderam a vítima, David Brown, de 22 anos, informaram que ele teria sido estrangulado no momento em que praticava relação sexual com a anaconda.

Publicidade

O corpo de Brown, que foi encontrado nu e enrolado ao animal, só foi descoberto após um amigo passar pelo local e acionar de imediato o serviço de ambulância.

O amigo da vítima, que não teve o nome divulgado, acreditou que, acionando o serviço médico, haveria ainda chances de vida para David. Ele ainda informou as autoridades que tinha o conhecimento sobre a relação ‘’estranha’’ de seu amigo com a cobra, porém nunca passou por sua mente que a relação poderia chegar aonde chegou.

O primeiro site a divulgar o caso foi o WN Daily Report, que informou, através de informações obtidas no Instituto Médico Legal (IML), que David teve relações sexuais com a anaconda fêmea. Ainda segundo informações do IML, foram necessárias várias horas para poder realizar a separação das partes íntimas do rapaz e da cobra.

Publicidade

A família de David Brown informou que o jovem possuía diversos animais de estimação, dentre eles, gatos, cachorros, cobras, tartarugas, escorpiões e até um filhote de porco. Ainda segundo os familiares, essa não foi a primeira vez que o jovem teve problemas com seus animais de estimação.

Em meados de outubro do ano passado, David foi internado as presas após um gerbilo – espécie de roedor – “causou-lhe um furo no ânus e mastigou um pedaço do seu intestino grosso”, afirmou um dos familiares.

Nas redes sociais, David foi tipo como louco e que, caso não morresse, deveria urgentemente ser internado e passar por atendimentos psiquiátricos. “Meu Deus! Nunca pensei que alguém tivesse essa coragem, que cara mais louco, será que ele nunca conseguiu enxergar que a nossa cidade tem muitas mulheres, principalmente aquelas que ele poderia ter relações pagando um pequeno preço?”, comentou uma internauta. #Estados Unidos #Sexo com um animal #Sexo com uma cobra