Publicidade
Publicidade

Dor e vergonha, provavelmente foi por isso que uma jovem de apenas 12 anos cometeu suicídio, logo depois de ser humilhada em sala de aula. O motivo de tamanha exposição foi porque acidentalmente o seu uniforme se manchou de sangue, pois ela estava menstruada. O caso aconteceu na Índia e mais uma vez mostra como as #mulheres são tratadas de maneira cruel naquele país. Saiba mais.

De acordo com o portal de notícias online, 'R7', uma garota de 12 anos cometeu suicídio depois de passar por um enorme constrangimento diante de sua turrna em sala de aula. Na Índia, quando as mulheres estão menstruadas, são consideradas impuras e sujas, muitas vezes, são proibidas de frequentar a escola, entrar em templos e manusear alimentos.

Publicidade

A adolescente tirou sua vida saltando do alto de um prédio na última segunda-feira (28).

Humilhação

A adolescente se jogou do alto do prédio localizado próximo a sua residência, no Estado indiano de Tamil Nadu. Segundo as autoridades locais, ela deixou um bilhete n [VIDEO]o qual relatou ter sido torturada por sua professora diante de toda a classe.

A mãe da garota relatou à mídia local que os colegas de turma de sua filha a alertaram sobre a mancha de sangue em seu uniforme. A menina então buscou ajuda junto a sua professora, a quem ela imaginou que poderia apoiá-la, contudo, estava redondamente enganada.

A professora fez com que a adolescente levantasse o traje tradicional indiano conhecido como salwar kameez, para que toda a turma visse, e não levou em consideração que haviam garotos na classe.

Publicidade

"A mestre da jovem entregou um pano usado na limpeza da sala de aula para que ela utilizasse como absorvente", informou o jornal indiano 'The News Minute'.

Tabu sobre menstruação

Ainda hoje, na Índia, existe um grande tabu sobre a menstruação e sobre as mulheres em seu período menstrual. Mulheres e meninas menstruadas são discriminadas e até mesmo humilhadas, como foi o caso da garotinha que cometeu suicídio.

Ativistas indianos que lutam para dignificar a imagem da mulher naquele país destacam que a morte da jovem serve de alerta para o tabu da menstruação na Índia. As mulheres são forçadas a passarem o período menstrual presas em casa, pela falta de banheiros, absorventes e devido ao grande #Preconceito.

É difícil acreditar que em pleno século XXI coisas assim ainda aconteçam. [VIDEO] O preconceito e a falta de informação ainda fazem milhares de vítimas em todo o mundo, em países como a Índia a mulher ainda luta para ter os direitos básicos, como por exemplo, educação. #suicídio de adolescentes