Publicidade
Publicidade

Um motorista da #UBER levou um grande susto, quando tentava #estuprar uma mulher embriagada. Suleiman Abdirizak, de 42 anos, ofereceu uma carona para uma mulher, na zona de Londres da Inglaterra. Uma viagem que deveria demorar uns 20 minutos, acabou subindo até aos 43 minutos, depois de muita coisa acontecer durante esse período. Agora, a vítima acusou o motorista, que está respondendo em tribunal por essa tentativa de estupro.

Quando Suleiman Abdirizak percebeu que sua cliente estava bêbada, ele não poderia imaginar o que estava para acontecer e como ela dificultaria tanto sua vida. Supostamente, essa mulher entrou no banco da frente e acreditava estar sendo dirigida até sua casa, quando o incidente aconteceu.

Publicidade

De acordo com as declarações da promotora Sarah Morris, no tribunal de Londres, ela sofreu uma tentativa de estupro. [VIDEO]

Evitou estupro falando que tinha Aids

A vítima teria adormecido quando ele aproveitou para tocar suas pernas. Quando ela acordou, notou que ele já havia parado o carro e estava tentando estuprá-la, colocando já seu pênis fora das calças. Ele ainda teria tentado colocar seus genitais junto da boca da vítima, quando ela percebeu tudo. Para travar suas intenções, ela disse para ele não estuprá-la, porque ela tinha #AIDS.

Foi aí que Suleiman Abdirizak levou um susto tremendo. Ele deixou logo a mulher e foi correndo pegar uma garrafa de água. A mulher contou que apenas reparou que ele estava lavando seus órgãos genitais e sua boca, assim que escutou ela dizendo que sofria dessa doença altamente contagiosa e incurável, fazia cinco anos.

Publicidade

"Eu não sei como fui me lembrar de falar isso", contou a vítima, na entrevista com a polícia. O motorista entrou em pânico e a própria vítima tentou acalmá-lo, dizendo que ele não iria ficar contagiado. Após essa situação, ela pediu para ele a deixar em casa e assim aconteceu.

Quando chegou em sua casa, após esse tremendo susto, ela contou para uma amiga tudo o que aconteceu e foi ela quem ligou para a polícia, denunciando o caso, por tentativa de estupro.

Homem falou que foi seduzido

Abdirizak contou, no entanto, uma versão um pouco diferente. O homem disse que foi a mulher quem o seduziu, inicialmente. Ele falou que ela entrou no banco da frente e que foi ela quem pediu que ele parasse o carro, dizendo que estava se sentindo doente do estômago. Depois, ele contou que ela começou elogiando seu perfume, dizendo que ele cheirava muito bem, antes de sugerir que eles deveriam ir para um local mais privado. O homem assumiu que ela estava bêbada, quando o incidente aconteceu.

O julgamento vai agora continuar, com esse homem estando acusado de estupro.