Um caso trágico ganhou repercussão nas mídias sociais, após uma mulher de apenas 25 anos ter o corpo partido ao meio dentro de um hospital na cidade de Sevilha, na #Espanha. O que mais tem chocado é que a Rocío Cortés Núñez tinha dado entrada no hospital para dar à luz ao seu tão esperado bebê. Ninguém esperava que aquele dia tão feliz terminaria de maneira tão trágica.

A tragédia aconteceu no dia 20 passado. A polícia investiga o real motivo do acidente, mas a informação é que o elevador teria apresentado problemas técnicos e entrou em funcionamento ainda com as portas abertas, resultando na morte da mulher [VIDEO].

Entenda o caso

A recém-nascida é a terceira filha do casal, que já havia tido o nome escolhido pela própria mãe e se chama Triana.

Publicidade
Publicidade

O esposo da vítima, Jose Garcia, informou a imprensa local que a sua esposa tinha acabado de dar à luz, quando foi colocada em uma maca e estava sendo transferida para uma outra sala, onde passaria por alguns procedimentos, como ocorre com todas as mulheres que passam por cesariana. A sala fica no terceiro andar do hospital. Por isso, foi preciso subir de elevador.

No momento em que os enfermeiros acionaram o elevador, colocaram a vítima dentro, mas, de forma inexplicada, o elevador não quis subir. Neste momento, os enfermeiros decidiram sair do elevador e retirar a maca. Porém, assim que colocaram os pés para fora, mesmo com as portas abertas, o elevador começou a subir, não dando tempo para a vítima ser retirada da maca, e acabou tendo seu corpo partido ao meio.

A cenas foram assustadoras, metade do corpo da vítima ficou para fora do elevador, enquanto a outra parte subia dentro do equipamento.

Publicidade

Não houve o que fazer, a morte da vítima foi instantânea e de forma muito rápida. Gritos e mais gritos foram ouvidos dentro do hospital.

O esposo da vítima ficou assustado e quando foi observar o que teria ocorrido, se deparou com a tragédia envolvendo a esposa. Ele ficou totalmente desesperado, perdeu o controle e entrou em estado de choque ao ver o corpo da mulher dividido ao meio [VIDEO].

Os enfermeiros relataram que a tragédia poderia ser ainda maior, pois a criança recém-nascida era para estar aos braços da mãe naquele momento. Porém, momentos antes, foi encaminhada a uma outra sala para receber alguns tratamentos devido a um problema cardíaco.

O enfermeiro responsável por conduzir a maca afirmou à polícia que a o elevador subiu sem ao menos estar com as portas fechadas. “Eu ainda tentei de maneira desesperada acionar os botões de emergência do elevador, porém nada funcionava”, disse.

A direção do hospital afirmou que o elevador estava com as manutenções todas em dia e, inclusive, teria passado por uma manutenção no último dia 12. Na manutenção foram feitos vários testes de segurança, aprovando o uso do equipamento. #morte em hospital #morte no elevador