A história de uma certa moça tem deixado muita gente chocada. Ela sofreu de #anorexia por alguns anos e chegou a pesar 25 kg. Suas imagens atuais do antes e depois da doença se tornaram virais. Isso porque, hoje, Annalise Mishler, de 22 anos, está totalmente recuperada, com o corpo sarado, cheio de músculos e muito saudável, muito diferente do que estava antes, ainda doente.

Como tudo começou

Segundo informações do jornal britânico ‘The Sun’, [VIDEO] há cerca de dois anos e meio, a moça, que vive na Califórnia, nos EUA, estava tão magra por conta da anorexia que seu corpo possuía apenas 3% de gordura corporal. Depois de vencer esse #distúrbio alimentar, ela agora pesa 50 kg e sua imagem reflete alguém que é cheia de saúde e disposição.

Publicidade
Publicidade

Ela está realmente muito mais linda do que quando estava sofrendo com o seu problema e chega a arrancar suspiros dos internautas com suas novas fotografias, que agora são bem mais sensuais.

De acordo com o que Annalise conta, ela estava em um ponto que já não suportava mais, estava à beira da morte. Hoje, ela reconhece que a maior transformação que teve que passar para se recuperar foi a interior, e não a exterior.

Ajuda veio antes da morte

Para se curar, a moça precisou receber ajuda profissional, começou a ganhar um pouco de peso no ano de 2014 e, desde então, passou a usar o seu perfil do Instagram para mostrar como estava sendo a sua luta contra a anorexia. Dia após dia, postou fotos que mostraram a sua incrível transformação. A cada foto que publicava, se mostrava estar cada vez melhor.

Publicidade

Atualmente, ela faz uma dieta que consome 6.500 calorias por dia. [VIDEO]Sua base são exercícios que fazem com que se sinta mais disposta e para que ganhe mais peso a cada dia que passa.

Annalise conta que antes nunca se sentia feliz e satisfeita com o seu corpo, ela sentia que realmente estava morrendo, não se alimentava o suficiente e se exercitava de forma exagerada. Em seu modo de se ver, ela nunca estava bonita o suficiente, nunca estava magra o bastante.

A esperança é a última que morre

Agora, ela diz que está muito mais feliz e sente que o inferno que estava a sua vida passou. Sua recuperação foi a coisa mais difícil que já fez mentalmente e fisicamente. Hoje ela sente que está revivendo e ainda afirma que a maior transformação que uma pessoa pode viver é aquela que ela não pode ver.

“Eu passei pelo inferno e hoje estou aqui com um sorriso no rosto”, afirmou a jovem [VIDEO]contando como está muito mais satisfeita, recuperada e feliz atualmente.

#Jovem