Publicidade
Publicidade

Macarena Alba está afirmando que seu ex-namorado a incendiou depois dela ter se recusado a manter relações sexuais com ele. Esta mulher argentina, de 39 anos, diz que ele jogou inseticida sobre ela e a incendiou, provocando graves danos sobre ela. Macarena alega que sofreu cinco anos de #Abusos horríveis nas mãos de seu ex-companheiro, Matias Soljan, de 44 anos. Macarena tem dois filhos e entrou na Justiça contra seu ex. O caso ocorreu em Buenos Aires.

A suposta vítima diz que foi em 2012 que aconteceu o pior momento de seu #Relacionamento Abusivo, quando ela ficou com cicatrizes terríveis. Macarena diz que foi brutalmente atacada por Matias, por não ter dormido com ele.

Publicidade

A mulher recordou essa noite como a pior de sua vida, contando que depois que ela o recusou, ainda foi no banheiro, mas quando voltou, ele a estava esperando com uma grande lata de substância inflamável, que jogou sobre ela. Depois, ele acendeu o fogo nela. Porém, ela conseguiu se apagar sozinha, se jogando no chão e não contando com qualquer ajuda de seu companheiro.

A polícia teve que intervir perante um incidente tão grave, mas Macarena recusou acusar Matias. Ela preferiu assumir a culpa, supostamente temendo novos ataques do companheiro. Ela precisou de uma série de cirurgias e enxertos em sua pele e diz que seus dedos na mão esquerda foram permanentemente deixados em forma de tesoura. "Quando cheguei no hospital, os médicos achavam que eu ia morrer", disse a mulher, em declarações citadas pelo jornal The Sun.

Publicidade

"Eu entrei na sala de cirurgia três vezes por semana, onde os médicos removeram a pele de minhas pernas para reconstruir meus braços, bochecha e rosto. Foi um sofrimento que não posso explicar", contou.

Os detalhes de sua recuperação são chocantes, e Macarena admite mesmo que ela preferia morrer a ter que passar por tudo isso: "No hospital, eu não tinha permissão para me olhar no espelho. Eles sabiam que, se eu o fizesse, o processo de recuperação iria parar, porque tudo dependia do meu humor". Porém, apesar de todo o sofrimento, ela não teve coragem de acusar seu suposto agressor. Ela contou ainda sobre outras agressões, em que ele a agrediu publicamente, com bofetadas e puxões de cabelo. Como ela perdoava, ele sempre voltava e sentia seu poder sobre ela.

De acordo com Macarena, ela finalmente arranjou coragem de deixar seu relacionamento abusivo, depois que sua filha veio até ela e disse que ele abusava sexualmente dela há anos. Essas palavras provocaram uma mistura de sensações em Macarena: "Foi como nos filmes, eu desmaiei, vomitei. Eu queria que fosse uma mentira".

A polícia está investigando suas acusações. #Violência doméstica