Ainda sob a tensão do ataque realizado em Barcelona [VIDEO] nesta semana, a #Europa voltou a registrar casos de possíveis atentados terroristas. Na sexta-feira, dia 18, um dia após o ataque que deixou 13 mortos e diversos feridos na Catalunha [VIDEO], um jovem marroquino de 18 anos atacou pessoas com faca na cidade de Turku, na Finlândia, deixando dois mortos e seis feridos.

A hipótese de um ataque terrorista ainda não foi confirmada, mas é uma das linhas de investigação adotadas pela polícia local. Após o ataque, o jovem foi baleado na perna e detido pelas autoridades policiais. A identidade dele ainda não foi revelada.

Publicidade
Publicidade

Já neste sábado, dia 19, um homem feriu oito pessoas na cidade de Turgut, na Rússia. A identidade do suspeito e a motivação do ataque ainda não foram confirmadas, mas a polícia também não descarta a possibilidade de tratar o incidente como um ataque terrorista.

Os recentes ataques elevaram o nível de alerta nos principais países e cidades europeias. Além do ataque em Barcelona, a cidade de Londres, capital do Reino Unido, registrou outros três ataques terroristas com atropelamentos de veículos somente neste ano.

Primeira-ministra da Inglaterra, a líder conservadora Theresa May emitiu um comunicado onde afirmou estar “enojada” com o ataque de Barcelona, declarando ainda que o governo britânico está “em contato próximo com as autoridades espanholas, que tem nosso apoio irrestrito”. A premiê lembrou dos ataques sofridos pela Inglaterra, quando a Espanha prestou solidariedade ao Reino Unido, afirmando que agora o país está ao lado da Espanha contra “o mal do #Terrorismo”.

Publicidade

#Segurança