De acordo com os sites Metro e Mail Online, os meio-irmãos britânicos Matthew David Thatcher, de 26 anos de idade, e Emily Thomson, de 18, foram condenados pela Justiça [VIDEO] do país por fotografarem a si mesmos abusando sexualmente de três menores de idade. Juntamente com uma terceira pessoa implicada no caso, Mandy Wright (28), admitiram ser os responsáveis por 36 acusações envolvendo #Pedofilia.

O julgamento do trio aconteceu no Tribunal da Coroa em Cardiff (Cardiff Crown Court), capital e maior cidade do País de Gales, e durante o processo foi revelado que Emily estava apaixonada por Thatcher, não o vendo como um parente seu.

Publicidade
Publicidade

Os irmãos registravam as cenas de seus ataques agressivos às crianças, compartilhavam o material entre si e trocavam mensagens gráficas sobre os abusos, as quais incluíam ainda o planejamento de violações contra suas vítimas [VIDEO].

Referindo-se às ações de Thatcher, a juíza do processo, Eleri Rees, afirmou que ele "desceu aos lugares mais escuros", acrescentando ainda que o criminoso descobriu-se "capaz de fazer as coisas mais terríveis".

Abuso extremo

As ações dos três acusados foram descobertas depois que Matthew David Thatcher foi detido pelas autoridades de seu país enquanto tentava se encontrar com quem ele pensava ser uma nova vítima de 14 anos, a qual foi contatada pelo Facebook.

As mensagens trocadas entre os dois começaram a ter cunho sexual, e eles combinaram de se ver pessoalmente.

Publicidade

Quando Thatcher chegou ao local marcado para o encontro, a mulher com quem ele havia conversado online acionou a polícia.

Conforme o desdobramento do caso acontecia, os oficiais do País de Gales descobriram centenas de imagens dos abusos sexuais realizados pelo trio de criminosos. Dezenas destas fotos, inclusive, foram classificadas tendo por base a Diretriz Definitiva de Infrações Sexuais (Sexual Offences Definitive Guideline) – escala utilizada na Inglaterra e em Gales para quantificar a gravidade de imagens envolvendo pedofilia – na chamada "Categoria A", a mais extrema de todas.

Segundo o Mail Online, o tribunal de Cardiff informou que o abuso angustiante chegou a tal ponto que as vítimas choravam "como se não pudessem respirar", e exames médicos feitos nas crianças mostraram sinais de "abuso sexual crônico".

Thatcher foi acusado de 15 crimes, incluindo estupro e agressão sexual, sendo condenado pela juíza Eleri Rees a 26 anos de prisão. Sua irmã sofreu 16 acusações, e permanecerá detida por 12 anos.

Mandy Wright será encarcerada por sete anos em função de cinco ofensas cometidas, entre as quais consta a posse de imagens de pedofilia. #Europa