Publicidade
Publicidade

Um vídeo de sexo acabou viralizando nas redes sociais. Ele mostra o exato momento em que um #Casal sem vergonha decide se aventurar nas corredeiras de um rio na cidade de Hurtado, na Colômbia. O caso ganhou repercussão no Brasil graças ao portal de notícias UOL.

Nas imagens polêmicas, o que chama a atenção é que o rio em questão estava muito movimentado e parecia bastante perigoso. O casal não liga para isso e só para a festinha íntima nas águas quando um guarda - meio sem graça de empatar tudo - avisa que isso era proibido e dá uma dura nos dois.

Casal é flagrado fazendo sexo em rio movimentado; vídeo viraliza em todo o mundo

O guarda parou o casal, pois no país sexo [VIDEO] em público é exibicionismo sexual é crime punido com multa.

Publicidade

O casal foi punido em uma multa considerada alta para os padrões colombianos, o equivalente a cerca de R$ 400.

Mauricio Bonilla, coronel que coordena a segurança na região, disse que foi informado do que estava acontecendo apenas quando chegou ao local. Eles sabiam que tinha duas pessoas em situação polêmica, mas não poderia imaginar que o casal em questão estava fazendo sexo bem no meio do rio.

Homem e mulher são multados por sexo em rio colombiano e vídeo mostra tudo

O coronel disse que o casal não pôde ser preso, pois, quando os policiais chegaram, eles já estavam vestidos. Por isso, não ficou configurado o flagrante.

“Fomos apenas informados do acontecimento e quando chegamos ao local, as duas pessoas já estavam vestidas”, disse Bonilla em uma entrevista dada a uma rádio local. Mesmo assim, de acordo com o coronel, como vídeos da cena foram publicados na internet, eles podem ser usados para punir o casal.

Publicidade

Compartilhar vídeo de sexo sem autorização dos 'saidinhos' também pode virar crime

Apesar de nada muito sério ter sido feito contra o casal, o coronel que está à frente do caso lembra que divulgar o vídeo de sexo nas redes sociais pode ser considerado crime.

Isso porque não houve autorização das pessoas que aparecem nas imagens de que o material íntimo fosse espalhado na web. Muita gente não sabe disso e continua a divulgar o vídeo nas redes sociais.

Saiba como funciona a legislação no Brasil para flagrantes obscenos

No Brasil, ser pego fazendo sexo em público pode dar de três meses a um ano de detenção. Essa lei faz parte do artigo 233 do Código Penal brasileiro, mas prisões efetivamente desse tipo são bastante incomuns em terras tupiniquins. De qualquer forma, é melhor ter bastante cuidado. #Sexo no rio