Um homem polonês, de 30 anos de idade, acabou sendo preso na cidade de Milão, na Itália. A prisão dele ocorreu neste sábado (5), após sérias acusações. O homem teria sequestrado uma #modelo para vendê-la na internet. O caso surreal, repercutido aqui no Brasil pelo jornal carioca 'O Globo', foi confirmado pelas autoridades da Itália. Lukasz Pawel Herba teria dopado a modelo após sequestrá-la. O objetivo dele era conseguir dinheiro na internet vendendo a moça em um leilão como escrava sexual.

Homem sequestra e dopa modelo para vendê-la na internet

O polonês foi acusado de atrair a profissional da moda para sua casa, informando que o local, na verdade, era um estúdio fotográfico.

Publicidade
Publicidade

O caso aconteceu no dia 11 de julho, quando a moça foi atraída para próximo de uma estação de trem da cidade de Milão. Em entrevista a jornalistas, o promotor do caso, Paolo Storari, explicou que a jovem tem 20 anos de idade. Ela, que não teve o nome identificado, teria levado uma injeção analgésica. A mulher desmaiou e ficou junto de seu sequestrador, que já preparava os trâmites para sua venda.

Modelo foi colocada nua em porta-malas para ser vendida em leilão sexual na Itália

A modelo, após levar a injeção da droga, foi colocada nua dentro do porta-malas do veículo do polonês, que teve ainda a ajuda de um comparsa. Esse ajudante do crime também não teve o nome revelado. Eles estavam levando a mulher para uma casa de campo, onde fotos dela nua foram feitas para que fosse vendida como escrava de sexo em um leilão.

Publicidade

O caso surpreendeu até mesmo a polícia devido ao seu fator inusitado.

Modelo seria vendida para sexo por mais de R$ 100 mil em bitcoins

Herba estava tentando vender a mulher na internet, mas a polícia acredita que essa tenha sido uma estratégia do sequestrador para obter dinheiro da profissional das passarelas. Ele dizia que venderia a mulher por cerca de 30 mil euros via web, pouco mais de R$ 100 mil. O valor seria pago em Bitcoins que, atualmente, valem até mais do que dinheiro.

'Ele é muito perigoso', diz polícia ao falar sobre sobre sequestrador que venderia modelo para escravidão

A polícia diz que acredita que a venda da modelo só será esclarecida com o tempo, mas que tem certeza mesmo de que o polonês é um homem extremamente perigoso. O suspeito diz que apenas soltou a mulher porque ela tinha um filho pequeno. O homem diz que pertence a 'Morte Negra', uma organização secreta que realiza esse tipo de sequestro e venda via internet. #investigação