Os médicos têm uma profissão muito bonita. Eles realmente são capazes de realizarem grandes milagres e salvarem vidas. Infelizmente, alguns poucos profissionais destoam da profissão, como um do Chile.

Recentemente, um vídeo divulgado, gravado no hospital em Valparaíso, chegou a circular em todo o mundo devido a sua barbaridade. O caso ganhou repercussão aqui no Brasil nesta quinta-feira (10), graças a uma reportagem da coluna ‘’Hora 7’’, do portal de notícias R7.

Vídeo mostra momento que médico chuta grávida na barriga e choca

A gravação, ao todo, dura mais de 54 segundos. A violência realmente é terrível e atinge milhares de pessoas por conta da expansão desse conteúdo nas redes sociais.

Publicidade
Publicidade

O vídeo, que pode ser visto ao final desse artigo, mostra o momento exato em que a mulher leva um chute no estômago. Tudo é realmente impressionante. Muita gente pede para que o homem seja preso imediatamente e diz que o que aconteceu foi um tremendo absurdo.

Paramédico bate em enfermeira grávida no Chile e vídeo mostra chute na barriga

O vídeo mostra que o médico e a enfermeira estão discutindo bastante. Ele chega a puxar o cabelo da #Grávida. O homem também puxa a mulher pelo braço e desfere ofensas contra ela, inclusive, xingando bem ao seu ouvido.

Em outro momento, o profissional, que deveria salvar vidas, arranca a touca da mulher e continua a gritar bem perto do ouvido dela. Ele também a prensa contra a parece insistidas vezes. Ela parece que não terá a ajuda de ninguém para sair dessa situação aterrorizantes.

Publicidade

Paramédico que bateu em grávida é afastado do hospital após vídeo de agressão

Após dar um chute na grávida, o médico tenta sair pelo elevador da unidade, mas a situação já estava sendo flagrada por câmeras de segurança. Homens impediram que ele continuasse a bater na pobre enfermeira.

Acredita-se que os dois formassem um casal e que discutiam a relação. A mulher estava com uma barriga relevante de gravidez, mas ainda assim o paramédico mostrava-se completamente irritado.

Mulher se recusa a testemunhar agressor e prefeita pede punição

Virginia Reginato, prefeita de Valparaíso, informou em nota que o paramédico foi suspenso de suas funções. Ela disse que o ato que ele cometeu foi muito cruel.

A enfermeira não quis depor contra o paramédico na polícia. Isso foi feito pelos seguranças, que viram a cena. Ele pode ficar até três anos preso, caso seja condenado pela Justiça.

Veja abaixo o momento em que o paramédico chuta a mulher e ela parece gemer de dor devido a forte pancada:

#Médicos