Publicidade
Publicidade

Um vídeo de #Estupro coletivo de um garota deficiente em um ônibus do Marrocos gerou repercussão em todo o mundo, nas últimas semanas. [VIDEO]O caso, no entanto, ganhou mais uma notícia triste, como mostra uma matéria do jornal carioca Extra. A irmã da vítima, que estava grávida, ao ver o que sua parente querida sofreu na mão dos abusadores, acabou tendo uma emoção tão forte que perdeu até mesmo o seu bebê. O vídeo acabou viralizando e obrigado as autoridades, que são de um país bastante conservador, a tomarem medidas importantes.

Após assistir a vídeo de estupro coletivo, irmã da vítima tem aborto espontâneo

A irmã da jovem não foi a única a ficar consternada por conta do #Vídeo de estupro coletivo.

Publicidade

A jovem, que tem 26 anos, foi estuprada em um ônibus do Marrocos por pelo menos seis homens. Alguns deles, acredita-se, sejam menores de idade. Além do estupro em si, o que chamou mesmo atenção no caso foi o fato de filmarem todo o abuso e não fazerem nada para ajudar a vítima, que, nas imagens, aparece tendo a roupa rasgada e dando gritos de pedidos de socorro.

População do Marrocos vai às ruas após estupro coletivo de jovem deficiente

A revolta em torno do caso foi tão grande que até mesmo a população daquele país decidiu ir às ruas. Agências internacionais falam em pelo menos 300 manifestantes nas ruas de Casablanca. Os jovens ainda estão foragidos e são procurados pela polícia local, que tenta conseguir imagens da câmera de segurança do ônibus. No Marrocos, todos os ônibus precisam ter uma dessas câmeras e as imagens ficam armazenadas por três meses.

Publicidade

Menina estuprada aparece chorando em vídeo do abuso: 'Não me machuquem'

A garota das imagens sofre com déficit de aprendizagem e no vídeo aparece pedindo socorro, enquanto os homens apenas passam as mãos em suas partes íntimas. No vídeo, ela pede para que não a machuquem. A irmã da vítima conversou com uma televisão local e disse que o seu coração apertou ao assistir à terrível sequência de imagens. Uma vigília sobre o caso tomou conta das ruas de Casablanca. Ainda não há um período para que todo esse movimento chegue ao fim.

'Perdi o bebê quando vi o vídeo', diz irmã de vítima de estupro em ônibus no Marrocos

Na entrevista, a irmã grávida contou que o estresse de ver sua parente naquela situação foi o suficiente para que ela perdesse a criança. "Logo que eu me deparei com o vídeo, sabia que era ela. Eu perdi o meu bebê quando vi minha irmã naquela situação, ser atacada, gritando, sem qualquer sensibilidade ou misericórdia", revelou.