Publicidade
Publicidade

Aconteceu um incidente chocante em um hospital do #Chile, quando um paramédico agrediu violentamente uma #enfermeira #Grávida. As imagens do ataque horrível estão sendo divulgadas e estão deixando todos chocados pela barbaridade das agressões [VIDEO]. O clipe, que dura aproximadamente três minutos, foi gravado pelas câmeras de segurança do hospital da cidade de Valparaiso, na costa do centro do Chile.

O paramédico e a mulher, uma enfermeira que trabalha no hospital e que está grávida, são inicialmente vistos envolvidos em uma discussão acalorada no corredor hospitalar. Sua disputa de repente aumenta bruscamente, com o paramédico agarrando a enfermeira pelo cabelo.

Publicidade

Ele é visto se aproximando de seu rosto e gritando para ela, antes de bater com sua cabeça contra uma porta.

Depois desse golpe violento, ele parece finalmente deixá-la e ir embora, deixando-a chorando no chão. Porém, no momento em que ela faz um gesto para pegar umas bolsas médicas, ele volta, lançando um novo ataque. Dessa vez, a imagem é ainda mais chocante quando ele dá um forte pontapé na barriga da enfermeira, fazendo ela voar pela porta.

O ato de violência apenas terminou quando os seguranças chegaram e travaram esse homem, que apesar da presença das autoridades, continuava atirando vidros contra ela. Eles precisaram mesmo usar da força para controlar o agressor.

A filmagem do ataque foi publicada em sites de notícias chilenas, deixando os espectadores horrorizados. Depois da primeira divulgação das imagens, o clipe foi postado também na mídia social e rapidamente viralizou.

Publicidade

Os comentários também não tardaram e são bem expressivos da revolta que esse paramédico causou com esse comportamento lamentável.

Uma internauta, Sofia Josefina, escreveu: "Este homem é um covarde. As mulheres hoje devem saber como se defenderem e não ficarem paradas, apanhando como tolas. Caso contrário, eles continuarão nos vencendo". Outro usuário escreveu simplesmente: "Besta!".

Entretanto, não se sabe muito sobre o desenvolvimento jurídico desse caso. Os dois envolvidos, vítima e agressor, têm suas identidades por revelar. O paramédico foi suspenso do seu trabalho na sequência e um inquérito foi instaurado, sendo possível que ele venha a enfrentar acusações criminais. O procurador Claudio Uribe disse: "Estamos preenchendo tudo para avançarmos para as acusações".

Ainda não se sabe o que provocou o ataque chocante no hospital, na segunda maior cidade do Chile. Se desconhece a relação entre o par e também como ficou a mulher após ter sido barbaramente agredida enquanto estava grávida.

Assista a um trecho do vídeo.