Uma câmera de segurança registrou o momento em que os terroristas utilizaram uma van para atropelar dezenas de pessoas em Barcelona [VIDEO], na Espanha, na quinta-feira (17). O vídeo mostra o veículo passando em alta velocidade na frente do Museu de l'Erotica, já no fim do trajeto onde muitos morreram e dezenas de pessoas ficaram feridas. É possível ver também os pedestres correndo e até um casal que estava empurrando um carrinho de bebê. Eles conseguiram se salvar por muito pouco.

A via é reservada exclusivamente para pedestres e a van passa rapidamente, atropelando todos. O Museu de l'Erotica está localizado na La Rambla, número 96, próximo ao calçadão barcelonês.

Publicidade
Publicidade

Veja o vídeo:

O pai dos suspeitos marroquinos está sendo investigado e disse que está muito abalado com tudo que aconteceu. Moussa Oukabir morreu no atentado de quinta-feira e seu pai contou que ficou sabendo da morte do filho através da polícia. Os três rapazes envolvidos no ato terrorista e que morreram têm 17, 18 e 24 anos. Eles participavam da célula que levou terror a Barcelona, onde cerca de 120 pessoas ficaram feridas e 14 morreram.

Said Oukabir, pai do terrorista [VIDEO], mora em uma região muito pobre, próximo à região central de Marrocos. Ele recebeu a visita de amigos e familiares e chorava muito. A mãe do terrorista morto estava na Espanha. A polícia já entrou em contato com ela. O pai foi informado pela polícia do envolvimento de seus filhos e agora espera que Driss, que tem 27 anos, seja inocente.

Publicidade

O atentado no Centro de Barcelona foi na quinta-feira e poucas horas depois, em Cambrils, um Audi A3 atropelou vários pedestres. O local fica a pouco mais de 100 quilômetros ao Sul de Barcelona. Os cinco terroristas que estavam dentro do veículo foram mortos.

O #Estado Islâmico já divulgou um comunicado afirmando que o ataque na Espanha tinha como alvos, os cruzados e também os judeus , sendo que dois grupos foram utilizados. A Espanha manteve o alerta de ameaça terrorista no nível 4, sendo que o máximo é 5. Juan Ignacio Zoido, ministro do Interior da Espanha, declarou que há possibilidade de novos ataques, mas que a segurança estaria sendo reforçada, principalmente nos pontos turísticos.

A polícia fez uma busca pelos suspeitos na região Noroeste da Catalunha, mas não prendeu ninguém. Em Barcelona, o atropelamento começou próximo da praça catalunha e seguiu por cerca de 600 metros. A polícia acredita que os terroristas possam ter utilizado duas vans, sendo que uma se envolveu no atropelamento e a outra serviu para dar cobertura aos criminosos. #Terrorismo