Mais uma vez o mundo parou diante da notícia de um atentado terrorista, que novamente teve o #Estado Islâmico por trás de tudo. Um suspeito chegou a ser preso e a polícia acredita que pelo menos 13 pessoas morreram [VIDEO]. O grupo terrorista desta vez utilizou uma van para atropelar as pessoas que estavam em uma das vias públicas mais famosas de #Barcelona, na Espanha.

A tragédia aconteceu nesta quinta-feira (17), próximo à praça Catalunha e de acordo com o jornal 'La Vanguardia', a van atingiu várias pessoas ao longo de mais ou menos 600 metros. A polícia está investigando agora se uma segunda van teria participado do ato terrorista, sendo que este outro veículo teria sido encontrado no município de Vic, que fica a cerca de 60 quilômetros de Barcelona.

Publicidade
Publicidade

Algumas testemunhas relataram aos policiais que viram duas pessoas envolvidas. Uma rádio de Barcelona informou que a polícia encontrou o passaporte de um cidadão espanhol, mas ninguém sabe se é falso e nem se de fato é esta pessoa que etava no veículo. A imprensa local informou que um dos suspeitos morreu durante uma troca de tiros com a polícia e o outro foi preso.

Além das 13 pessoas que morreram, outras 80 ficaram feridas [VIDEO], sendo que muitas em estado grave. Um dos sujeitos que foi preso é Driss Oukabir, a polícia acredita que ele é quem alugou a van utilizada no ataque. Ele chegou a ser detido em um município próximo a Barcelona, que se chama Santa Perpetua de la Mogada. As investigações já realizadas afirmam que Oukabir é marroquino, tem 28 anos de idade e mora de forma legal na Espanha.

Publicidade

O grupo Estado Islâmico já reivindicou o ataque, de acordo com a agência Amaq News. Nas redes sociais chegou a circular a notícia de que um dos terroristas suspeitos chegou a ficar encurralado em um restaurante, mas a polícia negou esta história.

Apesar do centro turístico não ter sido fechado, as autoridades pediram a todos que fiquem em suas casas e que os turistas voltem para os hotéis em que estão hospedados. As estações de metrô próximas ao local em que houve o atropelamento estão fechadas, assim como as estações de trem e não há previsão de quando voltarão a funcionar.

A festa no bairro de Gracia, uma das mais tradicionais da cidade, já foi cancelada e a prefeitura também está suspendendo outras atividades, por medida de segurança. O último atentado terrorista que aconteceu na Espanha foi em março de 2004, quando os terroristas esconderam algumas bombas nos vagões do metrô, em Madri, onde quase 200 pessoas morreram e cerca de 1.900 ficaram feridas [VIDEO]. #Ataque Terrorista