Publicidade
Publicidade

Dana Vulin, uma jovem de apenas 28 anos, ressurgiu como uma Fênix das cinzas e veio mostrar ao público seu novo rosto, após dois anos de muito sofrimento.

Ela teve que usar uma máscara de proteção todos os dias, por um longo período. Tudo se deu inici no ano de 2012, Dana, uma bela jovem que despertava interesse de muitos homens, e justamente por ser muito bonita que ela despertou o ciúme de outra mulher [VIDEO], que cometeu um ato de loucura terrível.

Essa #Mulher era extremamente ciumenta e em uma festa reparou que seu marido conversava com Dana. Era apenas uma conversa superficial, mas na mente doentia da mulher era algo fora do comum, que acabou despertando uma crise de ciúmes, e a mulher teve um impulso incontrolável de jogar álcool em Dana e depois atear fogo, deixando o rosto de Dana desfigurado.

Publicidade

Natalie Dimitrovska, sua agressora, foi condenada a 17 anos de prisão. "Eu estava em chamas, praticamente virei uma bola de fogo", conta Dana, falando sobre o ataque que sofreu.

Ferida gravemente, a australiana acabou entrando em coma e depois de tudo isso foi necessário que ela usasse uma máscara pressurizadora, para que seu rosto não fosse exposto a nenhum tipo de pó ou ao sol. A máscara cobria todo seu rosto, ficando apenas seus olhos de fora.

Sua recuperação foi extremamente dolorosa e lenta, porém eficiente, com o passar dos anos. Foram muitas dores, lágrimas, sofrimento e mais de 200 operações para correção. Sim, o caminho foi árduo.

Depois de tanto sofrimento [VIDEO], é chegada a hora de tirar a máscara, que foi transmitido durante o programa Sunday Night do Channel Seven, no qual finalmente Vulin retirou a máscara que a acompanhou por muito tempo.

Publicidade

Ela fala que se pudesse voltar no tempo, apagaria suas cicatrizes. Hoje ela está linda e muito feliz e orgulhosa de seu novo rosto.

É simplesmente maravilhoso e confortador ver que mesmo após o ataque, Dana conseguiu se recuperar e voltar a sorrir novamente. Dana e sua a irmã, seu braço direito durante a recuperação, fizeram uma tatuagem no pé com as seguintes palavras: "Minha irmã, minha salvadora".

Dana conseguiu com muito esforço dar a volta por cima e se mostrou uma mulher de fibra, que não se abateu, nem com a dor, nem com o desespero de ficar desfigurada, ela teve uma recuperação maravilhosa e o resultado foi espetacular, ela venceu o preconceito, as dores e hoje é uma nova mulher.

Confiram as fotos que marcaram a saga dessa jovem:

Essa é uma história que comove muitas pessoas, mas também dará força aqueles que têm que passar por essas provas difíceis da vida.

#Medicina