Publicidade
Publicidade

Uma mãe diz ter ficado "horrorizada" depois que o corpo de sua filha de 19 anos foi encontrado dentro de uma geladeira de um hotel, em Illinois, Estados Unidos. Teresa Martin havia anunciado para a polícia sobre o desaparecimento de sua filha, Kenneka Jenkins, de 19 anos, um dia antes, após ela ter saído para ir em uma festa.

Ela mesma foi nesse hotel procurar pela adolescente, que seria encontrada pouco depois dentro de uma geladeira de duas portas. Martin disse que a polícia confirmou seus piores medos menos de um dia depois, quando encontraram a adolescente [VIDEO] morta.

Tudo indica que a jovem já chegou embriagada ao hotel e que teria sido durante um momento em que ela estava mais afastada da festa que tudo aconteceu.

Publicidade

"Estou horrorizada. É algo que ninguém poderia imaginar. É inacreditável", disse Teresa Martin, em declarações ao jornal Chicago Tribune.

Ela disse que foi ao hotel no início do sábado passado (9) para ajudar seus amigos a procurar a filha, mas as autoridades se envolveram nas buscas, algumas horas depois que a família declarou o desaparecimento.

Durante a investigação, a polícia teve acesso a um vídeo das câmeras de segurança do hotel e por volta das 3h20 dessa madrugada, a jovem estava embriagada perto da recepção do hotel. Porém só na noite seguinte, já no domingo (10), é que a polícia disse para a família de Kenneka que a adolescente havia sido encontrada no interior da geladeira, que estava funcionando, mas não estava sendo usada para armazenar alimentos.

Supostamente, essa área não era visitada pelos convidados do hotel, nem sequer durante suas festas, daí a estranheza de como a jovem foi ali parar naquele local.

Publicidade

Para a mãe, a estranheza é ainda maior, até porque ela viu como era essa geladeira e percebeu que pelas dimensões, sua filha não poderia ter entrado ali sozinha.

Teresa duvidou ainda da linha do tempo que os investigadores falaram e teme que eles estejam escondendo os detalhes de todo esse incidente. Ela diz que a filha [VIDEO] teria dificuldade em abrir as portas pesadas da geladeira e que certamente ela teria percebido que ela não estava no lugar certo.

Teresa Martin também ficou chateada com os funcionários do hotel, alegando que eles mostraram falta de urgência durante a busca. O gerente do hotel disse em comunicado que os funcionários continuarão a colaborar com a polícia durante toda a investigação. "Estamos entristecidos por esta notícia, e nossos pensamentos estão com a jovem e sua família durante este momento difícil", disse o gerente, em declarações ao jornal Chicago Sun-Times.

Uma autópsia foi concluída no domingo, mas a causa e a maneira como a adolescente morreu apenas serão determinadas "pendentes de estudos especiais", disse uma porta-voz do consultório do médico legista ao jornal The Post. #adolescentes #Álcool