Para muitas pessoas, acreditar no sobrenatural é uma questão de fé, enquanto para outras, isso tudo não existe. Mas para Shaney Marie, ex-stripper de 31 anos, da Nova Zelândia, fazer bruxaria, já faz parte da rotina.

Para ela, a prática já é mais do que uma religião ou outro tipo de crença. Shaney usa seus conhecimentos de bruxa para tentar ajudar as pessoas, seja em relação a sua vida sexual [VIDEO]ou para tratar de problemas que estejam vivenciando.

Deixando o mundo real para aderir ao sobrenatural

A jovem decidiu largar o seu antigo emprego para ser bruxa para de alguma forma ajudar casais que estejam passando por dificuldades relacionados à vida sexual, tudo através dos seus feitiços, que diz serem milagrosos.

Publicidade
Publicidade

Além de amantes, ela também atende pessoas solteiras. Sua inspiração surgiu quando ela ainda era stripper, quando viu a oportunidade em seus clientes que a procuravam, não só pela sua beleza ou pelo seu corpo sedutor.

Segundo o que Marie contou ao jornal ‘’Caters News’’, [VIDEO]alguns homens que iam até a boate assistir aos seus shows, estavam buscando algo mais profundo, uma conexão que não conseguiam encontrar em lugar algum. Então, ela se lembrou dos tempos antigos, quando as dançarinas eróticas eram procuradas para oferecem conselhos e curas.

Outro fator que fez com que Marie deixasse o seu antigo emprego foi que ela passou a perceber que ali os homens tratavam as mulheres apenas como objetos sexuais e elas, por outro lado, só estavam interessadas no dinheiro que era oferecido. Isso fazia com que o amor e o respeito não existissem ali e isso foi o que mais motivou a jovem a largar a profissão.

Publicidade

O orgulho de ser bruxa

A moça ainda afirma que não se importa em relação ao que os outros acham do fato dela ser bruxa. Shaney diz que a maioria das pessoas ainda não conhece a bruxaria e nem o paganismo. Por isso, ainda há muitos mitos e desinformações que rondam esse assunto. A ex-stripper acha que a religião está sendo substituída pela espiritualidade de um modo bem discreto, ou, pelo menos, é isso que ela vê em seus clientes.

Shaney Marie revela que é pansexual, ou seja, ela não tem preferência de gênero na hora de se relacionar amorosamente com alguém, mas atualmente está em uma relação com um homem. Sua segunda orientação sexual é a que chama de ‘’eco sexual’’, ou seja, ela se sente facilmente excitada com elementos da natureza, como, por exemplo, com o soprar do vento sobre a sua pele.

De uma forma geral, os elementos são fundamentais e muito importantes para as bruxas e xamãs, segundo o que ela explica.

A grande procura pela bruxaria

A jovem possui mais de 100 clientes ao todo, que em sua maioria são homens com idade entre 20 e 70 anos.

Publicidade

Ela atende através de consulta presencial ou pelo Skype. Seus tratamentos são à base de filosofia pagã, possuem o objetivo principal de fazer com que o cliente descubra diferentes formas de sentir prazer e como potencializá-lo. A bruxa ainda ensina como eles podem rezar para o amor e como usar cristais que aumentam as sensações do orgasmo.

A maioria dos clientes da bruxa procura benefícios sexuais através das consultas. Porém, ela garante que seus tratamentos não são voltados apenas para isso. Pelo que explica, existem também alguns benefícios terapêuticos em seus feitiços, que podem curar problemas de depressão e traumas.

Shaney conta ainda que um dos seus clientes, após seis sessões do tratamento, sentiu uma melhora muito grande, maior do que os resultados que teve após anos de terapia com um psiquiatra. #Bizarro #Mulher #Saúde