#Kim Jong Un parece que não se cansa de enviar ataques aos Estados Unidos. O ditador da #Coreia do Norte o tempo todo envia uma nova ameaça ao povo americano, mostrando-se não se preocupar tanto com as consequências que isso pode gerar. O novo plano agora é de transformar os Estados Unidos às cinzas. Além disso, a escuridão seria levada à terra do presidente Donald Trump.

Para completar as ameaças, o ditador também promete atacar os aliados dos americanos, como o Japão, que segundo uma agência estatal norte-coreana, seria reduzida às cinzas. O comunicado aparece depois dos Estados Unidos conseguirem novas sanções da Organização das Nações Unidas (ONU) contra o país de Kim Jong Un.

Publicidade
Publicidade

Kim Jong aumenta ameaças e revela plano para exterminar americanos

Os Estados Unidos conseguiram nessa semana o apoio do Conselho de Segurança da ONU para aumentar o cerco contra a Coreia do Norte. Isso, é claro, após Kim Jong Un fazer ameaças severas à dignidade e seguranças dos americanos. Ele ainda fez testes nucleares. Um deles, inclusive, envolveria a 'Bomba H', que teria capacidade até mil vezes maior de destruição do que a bomba jogada em cidades japonesas no final da segunda guerra mundial.

A nova sanção não foi bem recebida pelos norte-coreanos. Eles disseram, através de um comunicado do governo, que os Estados Unidos e seus aliados usam ferramentas do mal para tentar acabar com a Coreira do Norte e que isso só acontece porque esses países seriam subordinados aos Estados Unidos.

Publicidade

Coreia do Norte diz que usará Juche em plano para aniquilar Estados Unidos

O país ainda fala que utilizará o Juche para acabar com os americanos. Mas o que é isso? O Juche é a ideologia governista da Coreia do Norte que mistura marxismo com uma forma de nacionalismo isolado, pregado pelo fundador do Estado, Kim Il Sung, avô do atual líder norte-coreano, Kim Jong-un.

Ditador coreano diz que Japão deve ser afundado por não interessar mais

No comunicado oficial, o governo coreano ainda cita ilhas do arquipélago e diz que essas devem ser afundadas. As ilhas, na verdade, fazem uma referência ao Japão, como mostra uma matéria sobre a nova ameaça publicada nesta quinta-feira (14) pelo portal de notícias R7.

O comunicado fala que o Japão não é necessário para que exista perto deles, e que, por isso, pode ser completamente exterminado da face da terra.

Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante e ajuda no diálogo de temas relevantes.