Ao atingir as Bahamas na sexta-feira e no sábado (8 e 9), o furacão Irma deixou um extenso rastro de destruição pelo caminho, além de vitimar 18 pessoas.

Porém, ao caminhar por Long Island (Bahamas), no sábado (9), a fim de observar os prejuízos causados pelos fortes ventos de mais de 200 km/h, uma moradora da ilha ficou assombrada ao constatar que o mar havia sumido.

Sem acreditar nos próprios olhos, ela filmou a cena e divulgou a gravação no Twitter. Onde antes havia água, restou apenas areia úmida e uma pequena ponte de madeira (trapiche). “Estou em descrença agora... Este é Long Island, Bahamas e a água do oceano está faltando!!!”, disse.

Publicidade
Publicidade

O sumiço das águas impressionou até mesmo a experiente cientista atmosférica e editora de meteorologia do jornal norte-americano Washington Post, Angela Fritz.

“Como meteorologista, há coisas que você aprende nos livros didáticos que você nunca pode ver pessoalmente. Você sabe que eles ocorrem teoricamente, mas as chances de ver os fenômenos climáticos mais extraordinários são escassas. Esta é uma dessas coisas - um #furacão forte o suficiente para mudar a forma de um oceano”, comentou – veja a manchete abaixo.

Apesar da bizarrice, Angela explica ser possível esse tipo de acontecimento.“Basicamente, o furacão Irma é tão forte e sua pressão é tão baixa, [que] está sugando água do seu entorno ao núcleo da tempestade”, explana.

Publicidade

Conforme a cientista, a baixa pressão serve de mecanismo de sucção. Todavia, a água retirada não é engolida por um ‘buraco negro’, ela retorna ao local de origem com o deslocamento do furacão. O mar de Long Island, por exemplo, voltou ao normal ainda no sábado.

“O melhor conselho é não se aventurar no fundo do mar seco. Você não quer estar lá quando a água retornar”, alerta a meteorologista.

No registro de outro habitante, o lugar, antes dominado pelas águas, parece um deserto. Confira abaixo.

Mar também ‘some’ na Flórida

O evento não ficou restrito às Bahamas. Neste domingo (10), o habitante de Tampa (Flórida, #EUA), Tim Scheu, também filmou o desaparecimento das águas oceânicas.

Ainda aproveitou a ocasião para levar os cachorros para passear no local – veja na sequência.

Entretanto, Angela Fritz salienta que o mar retornará após a tempestade se afastar.“Na Costa do Golfo da Flórida, estará de volta após o centro da tempestade passar ao norte da localização”, frisa.

Publicidade

Embora haja explicação para o fenômeno, é impossível não ficar espantado com ele. Afinal, não é todos os dias que o mar some sem deixar vestígios. #Catástrofe Natural