Publicidade
Publicidade

O casal de namorados, John DeReggi e Natalie Crim, [VIDEO] estava apenas caminhando e tirando algumas fotografias sobre a linha de trem da estação de Washington, nos Estados Unidos, quando o pior aconteceu. Eles estavam junto com uma amiga quando resolveram tirar algumas fotografias, quando, de repente, veio um Acela Express em alta velocidade e atingiu o rapaz.

Natalie e a sua amiga conseguiram escapar, mas Jonh, que tinha 16 anos e ainda cursava o ensino médio, não conseguiu se salvar e foi atingido pelo trem que corre em velocidade média de até 240 km/h.

Antes de sair de casa no dia de sua morte, John disse suas últimas palavras para a sua mãe que foram: “Eu te amo”. Após 20 minutos de ter ouvido a declaração o seu filho, ela recebeu um telefonema avisando que ele havia falecido, tinha sido atropelado na linha férrea.

Publicidade

Antes do #Acidente acontecer, os pombinhos estavam fazendo um ensaio fotográfico romântico com a ajuda da amiga na linha do trem. Eles escutaram a buzina que avisava que o trem estava vindo, mas, infelizmente, o rapaz não conseguiu correr a tempo para se salvar.

Em depoimento, a namorada, inconsolada, e a sua amiga tiveram que relatar tudo o que aconteceu. Uma testemunha que viu tudo e que chamou a polícia após o acidente, confirmou o que as jovens contaram.

As suspeitas de que Natalie teria empurrado o namorado surgiram em meio às investigações, assim também como um suicídio do jovem foi tido como hipótese, [VIDEO] mas logo após as investigações, ambas as insinuações foram descartadas. O motorista do trem também foi inocentado, pois, pelo que a polícia constatou, ele não teve culpa do ocorrido.

Publicidade

Pelos relatos dos amigos de John, ele era um #Jovem que amava tirar fotos. Seu hobby preferido era registrar momentos especiais de um modo bem criativo ao lado da sua namorada. Na maioria das vezes, ele gostava de fazer isso em locais pouco seguros e depois compartilhava as imagens nas redes sociais.

Em sua conta do Twitter, Natalie prestou homenagens para John e disse o quanto ele era amado por todos. Ainda brincou dizendo que o céu irá precisar tomar muito cuidado, pois o seu namorado será o anjo mais ‘doidinho’ e brincalhão que terá por lá.

Em declaração, a administração da ferrovia afirmou que, desde o ano de 2012, cerca de 27 pessoas morreram na linha férrea daquela região enquanto estavam andando por ali. Para o jornal ‘Washington Post’, o policial responsável pelo caso lamentou o quanto as pessoas têm o costume de subestimar a velocidade dos trens.

Por conta do número de acidentes similares que surgem, uma campanha foi lançada na região desde o início do ano com o seguinte slogan: ‘Trilhos são para trens, não para suas fotos’ (Tracks are for trains, not your senior photos). [VIDEO] #EUA