Um caso inusitado chamou a atenção de todos. Um homem chamado Sean Donis, de 37 anos, pegou no flagra a sua mulher, Nancy, de 38 anos, fazendo sexo com o patrão dela, que tem 58 anos.

Tomado pela raiva, o norte-americano agiu por impulso e decidiu filmar os dois no momento íntimo com seu celular. Após tudo isso, Sean foi processado por Lopez, chefe da moça, o acusando na Justiça por invasão de privacidade.

E para completar toda a confusão, a mulher também decidiu o acusar por invasão de privacidade. Portanto, o homem que foi traído será julgado ainda em setembro pela Justiça de Nova York, em Rockland, Estados Unidos. Se o esposo traído for condenado, ele pode parar atrás das grades.

Publicidade
Publicidade

O problema de Sean com a Justiça deve chegar ao fim até o término de setembro. Caso haja uma condenação, o homem poderá ser penalizado com quinze anos de prisão. As informações são do jornal New York Post.

Entenda o que aconteceu e o motivo de Sean estar sendo acusado

Em abril de 2016, Sean, que mora em Nova Jersey, descobriu todo o caso envolvendo a esposa e o chefe dela. O casal, que tem um filho de cinco anos e esteve junto desde 2010, iniciou o término numa tarde.

Nesta ocasião, a esposa informou que iria sair com uma amiga, deixando seu marido com o filho. Sem acreditar 100% no que Nancy lhe dissera, Sean estava curioso para saber se era realmente verdade. Ele lembrou que seu filho havia deixado seu iPad no carro da mãe. De casa, o homem rastreou o objeto e percebeu que ele estava em uma casa.

Publicidade

Decidido a encontrar sua mulher, Sean chegou à residência e percebeu que a casa não estava trancada. Após entrar no local, ele percebeu que a esposa e o patrão estavam tendo um caso. Naquele momento, o traído começou a fazer a gravação. A primeira durou sete segundos. O casal [VIDEO] flagrado tentava entrar no quarto, surpreendido. A segunda filmagem durou pouco mais de trinta segundos e registrou a esposa do homem na cama do chefe.

Agora divorciados, eles oficializaram o final do relacionamento em fevereiro de 2017. No momento, é aguardado o julgamento de Sean. As acusações de sua ex-mulher e o amante dela estão perseguindo o traído até hoje.

A frustração do homem deve ter sido em dobro, afinal de contas, ele teve de engolir a traição da mulher que amava e, além disso, um processo criminal que pode o levar à prisão.

Deixe seu comentário sobre esse caso e compartilhe com os demais leitores seu ponto de vista. Ele é sempre importante para nós. #casais #corno