Publicidade
Publicidade

O #Nazismo se resume a uma ideologia doente e patética, onde indivíduos frustrados com a própria existência inventam regras e costumes com objetivo de acharem-se superiores aos demais. Apesar do covarde líder desta seita ter cometido suicídio em 30 de abril de 1945, a ideia propagada por Adolf Hitler é intensamente absorvida por extremistas do continente Americano.

Um exemplo da idolatria ao pensamento nazista ocasionalmente é visto por meio do símbolo mais conhecido do culto, a suástica invertida. Qualquer pessoa a ostentar a imagem, notavelmente apoia a matança de negros, judeus, homossexuais e qualquer indivíduo que não seja de origem essencialmente nórdica.

Publicidade

A insígnia desse mal, que vem se espalhando ao redor da Europa [VIDEO] e dos Estados Unidos [VIDEO], foi visto recentemente no braço de um homem em Seattle (Washington, #EUA), no domingo (17).

Na ocasião, um sujeito que estava no mesmo transporte, cujo destino era o centro da cidade, fotografou o rapaz com o ‘emblema do mal’, tranquilamente sentado no coletivo.

Indignado com o fato da suástica nazista ser exibida de forma natural, como se fosse um enfeite, ele publicou a foto no Twitter com a seguinte mensagem: “#AntiFascistAlert Cabeça de m**** nazista visto na linha D, indo para o centro #Seattle. Disseram que ele estava assediando um homem negro no ônibus”, escreveu – confira abaixo.

Todavia, o dia do ‘fantoche nazista’ terminou de um jeito degradante ao adepto da perturbada ideologia.

Publicidade

Ao observarem a situação, internautas autoproclamados ‘antifascistas’ se uniram com objetivo de rastrear o paradeiro do homem com a braçadeira do Terceiro Reich.

Para o azar do adorador de Adolf Hitler, ele foi identificado por um jovem alto e forte, cuja aparência representa tudo aquilo que os adeptos odeiam. Na ocasião, ao observar o rapaz com a insígnia maldita, o homem (nome não informado) de pele negra, acerta um soco fumegante no rosto do nazista. O nocaute é instantâneo.

O vídeo, divulgado no Facebook a poucas horas foi descrito da seguinte forma: “Tão feliz que alguém foi capaz de gravar isso”, disse o perfil Shaughn Patrick Ffud – confira na íntegra.

Um dos mais populares jornais dos #Estados Unidos, o New York Post, também destacou a ocorrência nesta segunda-feira (18). O periódico usou a seguinte manchete para noticiar o bizarro acontecimento: “Homem com braçadeira Nazi aprende da maneira mais difícil [que] ele é um idiota” – veja abaixo.