O jornalista Patrick Oppmann estava ao vivo fazendo uma transmissão diretamente de Cuba para a CNN, quando passou por apuros. Ele estava cobrindo o furacão Irma [VIDEO] e tinha o objetivo, justamente, de mostrar como os ventos de uma tormenta como essa - já classificada em categoria 5 (mas rebaixada no fim da noite para categoria 4), a mais forte de todas - podem ser poderosos. O repórter só faltou ser levado pelo furacão, tamanha a dificuldade que ele teve no ar.

O flagrante, transmitido em tempo real, aconteceu na noite desta sexta-feira (8). Nas próximas horas, o furacão deve atingir a Flórida, nos Estados Unidos. Por conta disso, os parques da Disney não vão abrir no domingo e na segunda-feira.

Publicidade
Publicidade

Nesse sábado (9), eles vão fechar mais cedo.

Jornalista sofre ao vivo com terremoto nos Estados Unidos e provoca preocupação

O profissional estava repassando as últimas informações sobre a passagem do fenômeno, direto de Havana, capital da ilha, quando de repente ventos furiosos e chuva elevada vieram em sua direção. Ele precisou "lutar" contra o furacão. O jornalista Patrick Oppmann mal conseguia ficar de pé e precisou ser socorrido por outra pessoa da equipe.

O monstro Irma faz destruição por onde passa e fecha até a Disney

O poderoso furacão já teria matado pelo menos dezessete pessoas no Caribe. Mesmo assim, ele tem sido chamado de monstro devastador. Sempre nessa época, os Estados Unidos sofrem com a temporada de furacões. Nesse ano, no entanto, os cuidados foram muito maior que o normal.

Publicidade

Até mesmo o complexo de parques da Disney foi fechado.

As rajadas de vento chegaram a quase 300 Km/h. Em São Martinho, por exemplo, por onde o Irma já passou, seis entre dez casas ficaram completamente destruídas e, logicamente, não tem condição de serem habitadas.

Veja abaixo um vídeo que mostra o exato momento em que o repórter passa apuros por conta do #Furacão Irma. Ele estava em uma transmissão da CNN e, por não muito, seria levado pelos ventos.

Silvio Santos 'foge' com família dos Estados Unidos temendo furacão

Silvio Santos, quando não está no Brasil, visita os Estados Unidos. Ele estava passando uma temporada em Orlando, onde tem uma casa. No entanto, como mostra a coluna da jornalista Keila Jimenez, temendo que as coisas se complicassem, o dono do SBT, Iris Abravanel e suas filhas, entre elas Patrícia Abravanel, anteciparam a volta para casa. Keila Jimenez não sabia dizer, entretanto, se a família Abravanel já havia chegado com segurança a solo brasileiro. #Cobertura ao vivo do furacão