Publicidade
Publicidade

Após mais de duas semanas sem saber o paradeiro da pequena Sherin Mathews, de 3 anos, o Departamento de Polícia de Richardson, no Texas, região sul dos Estados Unidos, confirmou nessa segunda-feira (23), que o corpo encontrado dentro de um bueiro é o da criança que desapareceu na madrugada do último dia 7, quando o pai a deixou de castigo fora de casa por volta das 3h da manhã.

De acordo com informações publicadas pela revista Claudia, o pai da menina, Wesley Mathews confessou que sabia que Sherin morreu engasgada ao tomar leite. Ele já havia sido preso e liberado em seguida após dizer que teria colocado a garotinha de castigo para fora de casa durante a madrugada por não ter tomado leite.

Publicidade

Agora, com a análise da arcada dentária que confirmou a morte da criança, Wesley mudou a história e alegou que sua filha faleceu após engasgar.

Na primeira versão da história, Wesley contou à polícia [VIDEO] que Sherin desapareceu após ficar 15 minutos fora de casa. De acordo com ele, a vizinhança havia relatado ter visto coiotes na região onde a família mora. Ele foi apreendido e o caso estava sendo investigado como abandono e desaparecimento, mas agora, com as novas informações, a polícia apreendeu novamente o pai da vítima até que as investigações confirmem a nova versão.

Wesley Mathews disse que a penalidade foi aplicada à sua filha após ela ser desobediente e recusar tomar o leite. Depois de insistir para que a garotinha ingerisse o alimento, ela aceitou e, segundo Wesley, a criança se engasgou enquanto ele a ajudava a tomar a bebida.

Publicidade

Sem procurar ajuda médica, o homem disse que a menina estava sem pulso quando ele decidiu deixar o corpo de Sherin do lado de fora da casa.

Detalhes

Policiais responsáveis pela investigação do crime [VIDEO] disseram que Mathews levou cerca de cinco horas para comunicar o desaparecimento da criança aos oficiais. Segundo o sargento Kevin Perlich, o atraso na comunicação do sumiço não é uma resposta normal de um pai cuja filha de três anos desapareceu.

O Serviço de Proteção à Criança dos EUA decidiu afastar outro filho do casal, de apenas quatro anos, da família. Tanto o pai, quanto a mãe das crianças foram notificados e as investigações sobre a morte da criança contam com o apoio do FBI, que pretende desvendar a causa da morte de Sherin o mais rápido possível. A mãe de Sherin não presou declarações à imprensa após a polícia identificar o corpo da criança.

Comoção mundial

O caso do desaparecimento da pequena Sherin ganhou as mídias do mundo todo. Na internet, centenas de pessoas usaram as redes sociais para demonstrar a indignação com o resultado das investigações. A morte da garotinha acendeu um alerta entre os pais do mundo todo, que precisam saber dos limites na hora de castigar os filhos. #Caso de polícia #crime bárbaro #criança desaparecida