Publicidade
Publicidade

Algumas substâncias [VIDEO] podem apresentar sérios riscos [VIDEO] para a #Saúde se forem usadas descontroladamente. Com o organismo deteriorado, muitas pessoas podem sofrer sérias consequências pela ingestão excessiva de algumas substâncias, que podem levar até a morte.

Felizmente, Austin sobreviveu, mas esse americano perdeu parte da cabeça após ingerir energéticos em excesso. O homem quase perdeu a vida após sofrer uma hemorragia cerebral causada pela cafeína presente na #bebida que consumia frequentemente.

Homem consumia muito energético após ter um filho e precisar trabalhar mais

O americano começou a beber muito energético porque precisava de ficar mais horas acordado, trabalhando até tarde para conseguir uma renda extra para ajudar a custear o nascimento do seu filho, que viria ao #Mundo em breve.

Publicidade

Com uma jornada de trabalho excessiva, Austin acabou precisando se manter acordado por mais tempo, e começou a ingerir energéticos para o manter em alerta. O que Austin não sabia é que isso acarretaria em um grave problema, que o deixou de coma por algum tempo.

Cirurgia quase custou a vida de Austin, que perdeu metade da cabeça

O drama vivido por Austin foi relatado por sua esposa, Brienna, grávida do americano que perdeu parte da cabeça após ingerir energéticos em excesso. O homem sofreu uma overdose de cafeína, que acabou fazendo com que ele precisasse fazer uma cirurgia arriscada e de urgência.

Brianna não sabia de nada que estava acontecendo até receber um telefonema dos pais de Austin, dizendo que o marido dela havia sofrido um acidente. Isso fez com que Brianna dirigisse por mais de duas horas para encontrar o marido internado.

Publicidade

O energético consumido em excesso pode levar a morte, embora essa informação não esteja disponível nos rótulos do produto. Com alguns componentes nocivos, como a cafeína e a taurina, essas substâncias podem causar parada cardíaca e até graves lesões no cérebro, caso seu consumo não seja feito de forma consciente.

Austin não pode ver o filho depois que nasceu, e demorou algum tempo para que o americano se recuperasse. Depois da cirurgia que quase custou a sua vida, Austin ficou com uma cavidade enorme em sua cabeça, causada pelo consumo de energético.

A cavidade toma conta de cerca de metade da cabeça dele, que conseguiu sobreviver após passar por uma cirurgia arriscada. O que aconteceu com o americano serve de alerta para milhares de pessoas que consomem essa substância, que, se ingerida em excesso, poderá acarretar em sérios problemas para quem a consome.