Publicidade
Publicidade

Um atentado terrorista realizado nesta terça-feira, dia 31, deixou oito mortos e ao menos 11 feridos em #Nova York. Segundo a imprensa norte-americana, o autor do ataque foi identificado como Sayfullo Saipov, um homem de 29 anos do Uzbequistão que usou um caminhão para invadir uma ciclovia na zona sul de Manhattan atropelando ciclistas e colidindo com um ônibus escolar.

Após parar, o homem teria deixado o veículo com uma arma de paintball e outra de ar comprimido, assustando pedestres que passavam pelo local. O ataque ocorreu próximo ao memorial do World Trade Center, palco do ataque terrorista mais traumático da história dos Estados Unidos, em 9 de setembro de 2001.

Publicidade

Segundo testemunhas presentes no local na hora do atentado, o terrorista teria deixado o veículo gritando “Allahu Akhbar” (Deus em grande, em árabe). Segundo informações da rede CNN, Saipov foi baleado na região do abdome após o ataque. Ele passa por cirurgia e deve sobreviver, sendo detido e interrogado após ter alta do procedimento.

Segundo a mídia norte-americana, Saipov vive legalmente nos Estados Unidos desde 2010, tendo endereços registrados na Flórida e em Nova Jersey. O homem também teria vivido em Cincinnati, Ohio. Até o momento, não foi confirmada a ligação do suspeito com nenhuma organização terrorista internacional.

Cinco argentinas e uma belga estão entre as vítimas

O Ministério das Relações Exteriores da Argentina confirmou que cinco das oito vítimas fatais são naturais do país.

Publicidade

Eles fariam parte de um grupo com idades entre 45 e 50 anos que teria viajado a Nova York para celebrar os 30 anos de sua formatura escolar.

Outra das vítimas foi identificada como uma mulher belga. A informação foi confirmada pelo chanceler do país europeu, Didier Reynders, em sua conta no Twitter. A identidade das outras duas vítimas ainda permanece anônima até o fechamento desta reportagem. #Terrorismo #Ataque Terrorista