Publicidade
Publicidade

Durante uma pesca comercial, investigadores encontraram na rede uma criatura marinha pouco conhecida pelos humanos: um tubarão medindo cerca de 1,5 metro, e que é considerado pelos especialistas no assunto como um “fóssil-vivo”, por causa das suas características biológicas peculiares.

O animal foi encontrado em agosto deste ano, na Costa Algarvia, litoral de Portugal. Os responsáveis fazem parte de um projeto que cataloga espécies que não deveriam ter sido pescadas, chamado de Miniouw – iniciativa para a minimização de capturas indesejadas nas pescarias europeias.

Por causa desse projeto, eles descobriram que a criatura encontrada é um macho de tubarão-cobra (Chlamydoselachus anguineus), possui um corpo longo e uma cabeça parecida com a de uma cobra, por isso recebe esse nome.

Publicidade

A captura foi anunciada oficialmente pelo IPMA (Instituto Português do Mar e da Atmosfera) no dia 06 de novembro.

Os dentes desta #espécie são o que mais impressionam, pois são muito diferentes dos outros tubarões e podem ser até mais assustadores!

Esse tubarão pode matar seres humanos?

É pouco provável que um ser humano encontre um tubarão desta espécie enquanto estiver em momentos de lazer nas praias, principalmente pelo fato deste animal viver em grandes profundidades do Oceano, a cerca de 700 metros debaixo da água.

Por esse motivo, não é necessário ter medo. Até a captura por meio da pesca é muito difícil de ocorrer e isso que aconteceu em #portugal é um fato raro.

Acidentes com tubarão no Brasil

Muitas pessoas não gostam de entrar no mar com medo de serem atacadas por tubarões. No entanto, os índices de mortes de vítimas atacadas por tubarões no Brasil são baixos quando comparados às mortes por acidentes de trânsito.

Publicidade

Contudo, todo cuidado é importante, principalmente nas praias que possuem grandes chances de serem encontrados tubarões. É fundamental para a segurança do banhista e preservação da própria vida que as regras de aproximação destes locais sejam respeitadas, afinal de contas, temos sempre que lembrar que o mar é a casa do tubarão e nós que estamos entrando no seu habitat natural.

Quando fazemos isso, o tubarão entende que somos invasores e, se ele se sentir acuado, ele irá atacar.

O litoral do Recife é o local que possui maior índices de ataques de tubarões em toda a América do Sul, por isso está repleto de avisos de cuidado, que devem ser criteriosamente seguidos pelos turistas.

O importante é sempre que for viajar, pesquisar sobre o local e as recomendações de segurança para evitar transtornos e acidentes.