Na manhã de quinta-feira (2), habitantes dos municípios fronteiriços de San Diego (Califórnia [VIDEO], #EUA) e Tijuana (México) foram surpreendidos por um intenso barulho. A potência do estrondo fez com que janelas e portas das residências tremessem.

Desconcertados com o fenômeno, testemunhas pensaram se tratar de terremoto. No entanto, o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, sigla em inglês) declarou que tremores de terra não foram registrados naquela região.

Devido a peculiaridade da ocorrência, o assunto foi destaque nas principais emissoras do país – confira as manchetes.

Questionado pela imprensa, o porta-voz das Forças Aéreas Navais da Frota do Pacífico, argumentou que os aviões supersônicos da entidade não têm relação com o estranho zumbido daquele dia.

Publicidade
Publicidade

O sismólogo mexicano do Centro de Pesquisa Científica e Ensino Superior de Ensenada (CICESE), Luis Mendoza Garcilazo, opinou a respeito.

Para ele, o estrondo foi causado por um distúrbio relativo às mudanças de pressões atmosféricas ou ao aumento da temperatura do Oceano Pacífico.

“A vibração sentida em vidros e paredes hoje, 2 novembro, aprox às 11 AM, não é terremoto. Esta registrada em todas as estações de Tijuana até Mexicali e pela velocidade de propagação da perturbação, pode dizer-se que não é onda sísmica. As ondas sísmicas se espalham na ordem de km por segundo km / seg e a vibração de hoje, está na ordem de metros por segundo m / seg. Chamamos-lhes perturbações atmosféricas porque não se sabe a origem”, declara – confira abaixo.

Para apimentar ainda mais a incógnita em torno do episódio, a emissora FOX News acrescentou o depoimento de um morador.Ele revelou ter escutado o mesmo barulho semanas antes.

Publicidade

“Cerca de uma semana ou duas atrás eu ouvi exatamente o mesmo boom e alguns segundos depois minha cama e as paredes começaram a balançar, parou por 2 segundos e começou a tremer de novo. Eu não vi nenhum relatório sobre um terremoto naquele dia e perguntei às pessoas se [também o sentiram] ninguém o fez, eu simplesmente ignorei", disse – veja na íntegra.

Evento atmosférico?

Em entrevista à FOX News, o meteorologista e geólogo Dr.Pat Abbott ressaltou que o som foi provocado na atmosfera. "Se alguma coisa acontecesse no chão, saberíamos, porque monitoramos isso. Então, isso significa que está na atmosfera".

Ele argumenta a chance de o incomum barulho ter se originado a partir do encontro de duas massas de ar opostas.

“Você pode ter contraste suficiente entre ar mais frio e ar mais quente, por exemplo, que quase funcionará como um quadro refletivo.Então, algum som pode subir em alguma outra superfície e passar por uma área como uma área inesperada", explica.

Publicidade

Estrondo um dia antes em Nova Jérsei (vídeo)

Tudo indica que as fantasmagóricas explosões não estão restritas à #Califórnia. Um dia antes, na quarta-feira (1), Alexis Tarrazi, residente em Nova Jérsei, publicou o vídeo (Youtube) de um assustador barulho e posterior clarão, registrado pelas câmeras de monitoramento da casa do amigo dela, às 20h30.

“Um boom alto e um flash de luz podem ser ouvidos e vistos nesta filmagem tirada de uma casa na Rua Popular na seção de Bradley Gardens de Bridgewater, NJ, na quarta-feira, 1 de novembro, às 8h30 da madrugada. Vídeo de Philip Vicari”, comenta.

#Curiosidades