Publicidade
Publicidade
2

Uma garota de programa, de Washington, está sendo acusada, após ter disparado duas vezes na cabeça de seu amante. Alegadamente, a bonita prostituta, de 21 anos, atirou em seu cliente, porque ele era "muito ruim" no ato íntimo que ele estava realizando. Após ter disparado contra o homem, Marissa Wallen supostamente roubou sua carteira e foi fazer compras, gastando 12 mil dólares, em shoppings ali perto.

A empresa onde o homem de 36 anos trabalhava, de alta tecnologia, notou sua ausência no dia seguinte. Como ele não foi trabalhar, seus colegas deram o alerta. Quando a polícia foi enviada para verificar, ele foi encontrado vivo, encostado contra uma parede com sangue seco na cabeça.

Publicidade

Ele não conseguiu falar, então a polícia se comunicou com ele usando sinais com as mãos, de acordo com a imprensa local. Ele confirmou que conhecia sua atacante, mas não foi capaz de falar seu nome, e foi levado para o hospital.

As imagens de segurança do apartamento revelaram que Marissa Wallen havia visitado esse homem cinco vezes, só nesse mês de outubro. Ela foi vista pela última vez entrando no apartamento, antes das nove da noite, do dia 21 de outubro, e depois fugindo após as dez horas, agarrando o que parecia serem cartões de crédito, disseram as autoridades que assistiram as imagens. As câmaras de segurança da loja também mostraram Marissa usando esses cartões, quando foi fazer compras no dia seguinte.

Quando confrontada com as evidências, a jovem prostituta ficou mudando sua história, antes de finalmente admitir que ela atirou no homem duas vezes na parte de trás de sua cabeça cabeça, porque ele estava realizando (um ato íntimo) errado, de acordo com sua afirmação.

Publicidade

Supostamente, a jovem prostituta teria ficado furiosa por seu cliente não estar cumprindo durante as relações íntimas.

Marissa, que tem um filho 11 meses de idade, está sendo acusada por ataque em primeiro grau, roubo de primeiro grau e roubo de identidade, também de primeiro grau.

De acordo com alguns documentos, o homem que seria engenheiro de alta tecnologia, estava contratando companhias femininas e ficava frequentando um clube de strip-tease, em Seattle, onde ele se gabava de quanto dinheiro ganhava e os bens que ele tinha em sua casa. As pessoas acreditam que ele tenha atraído essas pessoas "negativas", por se gabar de ter tanto dinheiro. A jovem Marissa estaria procurando por isso, quando foi na sua casa e acabou dando um desfalque de 12 mil dólares, antes de ser apanhada.

Porém, ela continua em liberdade. De acordo com seu advogado, ela tem alguns problemas médicos que impedem que ela se apresente no tribunal. No entanto, um juiz já estipulou sua fiança em um milhão de euros, emitindo um mandato de captura, e a jovem vai mesmo ser presa e aguardar pelo julgamentona cadeia.

Publicidade

Um outro suspeito, Jenner Matthews, foi preso nesse caso. Em causa, estariam uns pagamentos que Marissa fez para ele, através do Facebook, usando as contas da vítima. A polícia vai continuar investigando.

#prostituição #relação íntima