Publicidade
Publicidade

Quatro pessoas foram morreram depois que um homem do Arizona, nos Estados Unidos, atirou em sua esposa e dois filhos antes de virar sua arma contra ele mesmo, em um caso que as autoridades acreditam ter se tratado de um assassinato seguido de suicídio. Os horríveis acontecimentos ocorreram na sexta-feira (10), mas os policiais somente foram chamados no sábado (11).

Supostamente, Jason Fairbanks, de 39 anos, disparou e matou a esposa, Annie Fairbanks, também de 39, bem como a sua filha, de 3 anos, e o filho, de 9 meses, antes de suicidar. A família [VIDEO] Fairbanks residia em uma casa de dois andares em um bairro tranquilo da classe média alta.

Publicidade

As quatro pessoas da #Família Fairbanks foram encontradas em casa, depois que Jason faltou ao trabalho e um colega ficou preocupado e foi procurá-lo. Ficou aí desvendada essa grande tragédia, de contornos incomparáveis. Quando o colega de trabalho entrou na casa, ele encontrou os corpos, disse o sargento Ben Hoster, o porta-voz do Departamento de #Polícia de Scottsdale.

A investigação revelou que a família estava passando por problemas financeiros e esse poderia ter sido o motivo para essa tragédia. O casal era proprietário de uma clínica de terapia física e reabilitação em Old Town Scottsdale. Annie trabalhava com Jason e era mestre em medicina e nutrição holística. "Annie estudou e completou cursos em nutrição funcional, tipografia metabólica avançada e é uma nutricionista licenciada", contou sua cunhada, Laura, que ainda não consegue acreditar que seu irmão cometeu essa barbaridade.

Publicidade

Laura Fairbanks descreveu seu irmão como um "protetor" e um trabalhador dedicado. No entanto, ela sabia que a família estava sofrendo problemas de dinheiro, mas lamenta que ele não tenha pedido ajuda. "Ele não era uma pessoa ruim. Ele amava tanto sua família", afirmou Laura em declarações para a imprensa local.

Jason e Annie decidiram se casar e iniciar uma família [VIDEO] um ano e meio após começarem a viver juntos. Primeiro, eles tiveram uma menina, que tinha agora 3 anos. Tempos depois, eles tiveram um menino, agora com 9 meses. "Annie amava tanto essas crianças. Ela os amava tanto" acrescentou Laura, sempre muito elogiosa com sua cunhada, que ela dizia que fazia todos se sentirem bem na sua presença.

Sobre o irmão, Laura disse: "Jason poderia fazer as pessoas rirem de maneira que você nunca pensou que poderia. Ele era um irmão mais velho extraordinário". A polícia continua investigando esse caso, quando se acredita que, por problemas econômicos, Jason Fairbanks cometeu essa loucura de matar toda a família. #EUA