Publicidade
Publicidade

Um crime que aconteceu na Índia é digno de um roteiro de filme, daquelas produções grandiosas de Hollywood. Imagine só: uma pessoa assassina o próprio esposo [VIDEO] e depois pede que o #Amante se submeta a cirurgias plásticas para que possa se passar pelo falecido marido. Dessa forma, ninguém seria capaz de descobrir o crime e os pombinhos viveriam felizes para sempre.

Embora isso pareça um tanto bizarro e impossível de acontecer, saiba que o impossível realmente aconteceu. Na Índia, Swati Reddi está sendo acusada de fazer exatamente isso, matar o esposo, Sudhakar Reddy, e fazer com que o amante assuma o lugar dele.

O caso aconteceu no dia 26 de novembro deste ano.

Publicidade

O plano da mulher [VIDEO] parecia realmente perfeito. Provavelmente, muitos escritores de Hollywood teriam inveja da criatividade dela. Depois de ter assassinado o marido, ela conseguiu desaparecer com o corpo dele.

Dois dias depois, seu amante, Rajesh Ajjakolu, deu entrada no hospital com o rosto ferido. A mulher disse aos responsáveis pelo hospital que se tratava do esposo. Swati ainda contou o caso para a família e pediu para que bancassem a cirurgia plástica.

A família, desesperada, desembolsou o dinheiro e pagou pela cirurgia. Tudo parecia estar correndo perfeitamente bem. Inicialmente, nenhum familiar desconfiou que isso fosse apenas um truque. Os dias se passaram e no dia 9 de dezembro o irmão de Sudhakar decidiu visitar a suposto irmão no hospital. Chegando lá, ele conseguiu perceber que tudo era uma grande armação.

Publicidade

O rapaz percebeu que o homem na cama não era Sudhakar.

Ele contou para a família que o homem na cama era um impostor e começaram a suspeitar do que Swati Reddi pudesse ter feito ao próprio marido. Diante de tudo isso, os familiares decidiram acionar as autoridades e contar tudo o que estava acontecendo. Eles formalizaram um boletim de ocorrência contra a mulher.

Após escutar os relatos dos parentes de Sudhakar, os policiais se encaminharam ao hospital. Chegando lá, eles decidiram comparar as impressões digitais do homem que estava na cama. Dessa forma, eles poderiam ter certeza absoluta e esclarecer se tudo era verdade ou enganação. As digitais não coincidiram, e toda a farsa foi descoberta.

Swati presta depoimento à polícia

A polícia não tinha alternativa. Com todas as informações que possuía, só lhe restava interrogar a moça. Durante um duro interrogatório, a viúva confessou que realmente tirou a vida do esposo e ainda revelou o plano macabro. Swati e o amante foram presos. #Mulher mata marido #Mulher e amante arma crime