Publicidade
Publicidade

Presidente da Rússia, Vladimir Putin classificou o ataque realizado nesta quarta-feira, dia 27, em um mercado de São Petersburgo como um “ato terrorista”. Em declarações concedidas nesta quinta-feira, dia 28, Putin afirmou que os oficiais de segurança do país estão autorizados a atirarem para matar caso suspeitem de alguma ação que possa ser classificada como um potencial ataque terrorista. As declarações do presidente foram feitas durante um discurso em Moscou, realizado junto a combatentes russos que atuaram na Síria. As informações são da agência de notícias Reuters.

Ao menos 13 pessoas ficaram feridas após uma bomba caseira explodir em um mercado de São Petersburgo, segunda maior cidade do país.

Publicidade

A explosão ocorreu por volta das 18h30 do horário local, no estabelecimento comercial localizado na avenida Kondratiev.

A polícia ainda está investigando o caso, mas há a confirmação de que o artefato utilizado era de origem caseira e continha pedaços de metal. O dispositivo explosivo teria sido colocado em um armário destinado aos clientes do supermercado antes de ser detonado.

Ainda em seu discurso, Putin afirmou que o serviço de inteligência do país, a FSB, impediu outro ataque na Catedral de São Petersburgo na última semana, após ser alertada pelo serviço de inteligência dos Estados Unidos [VIDEO]. #Russia #Terrorismo #Vladimir Putin