O estagio obrigatório vincula o acadêmico com o vil interesse dos que já atuam no mercado formados, que por sinal não interessa nem um pouco colocar mais concorrentes no mercado em estagio, ou seja, os acadêmicos não conseguem estagio, são humilhados, ridicularizados, etc., principalmente no serviço social bacharelado, se for ead então martirizam mesmo e os conselhos apoiam esse martírio, desumano, que desrespeita a constituição brasileira quando vincula direitos individuais com os coletivos dos já formados na área acadêmica. Muito se tem falado em combater o corporativismo no Brasil, mas cada vez mais se ve academicos sendo impedidos de entrarem nos quadros das graduações por regras internas como um profissional já formado tem que te aceitar para você fazer o estagio obrigatório, isso beira ao nível da crueldade, pois utiliza de artimanhas camufladas de querer dizer que é para o academico ja ir conhecendo sua area profissional, mas na verdade o interesse é outro no qual é impedir que mais pessoas se formem colocando em terceiros o direito de aceita-los ou nao no estagio obrigatório , pena que ainda hoje as pessoas no Brasil ainda usam dessa hipocrisia horrível em beneficio de uma minoria o quanto ainda temos que crescer para alcançarmos o nível dos orientais quanto as crianças no Brasil estao lendo gibizinhos como turma da monica, e outros contos infantis nos países orientais est'ao aprendendo filosofia nos gibis, desenhos, etc., sexta economia mundial e uns dos últimos no mundo em respeito ao ser humano ao seu próximo.