A recente publicação da foto de um belo homem preso nos Estados Unidos por ato criminoso encheu e revolucionou os sites sociais que partilharam a foto em grande número e onde foram postados diversos comentários de várias naturezas, inclusive, de caráter emocional, chegando até a oferecimento de empregos para quando saísse em liberdade, onde ele poderia vir a ganhar fama e altos salários e, assim, pudesse sair da vida que vinha levando, o que para ele, se fosse inteligente, seria a sorte grande.

Ante este fato, que revolucionou as redes sociais, nossa Justiça devia criar um site onde deveriam colocar nome e foto de todos os foragidos, para que a população pudesse verificar, consultar e, principalmente, auxiliar na prisão de, pelo menos, aqueles que fossem considerados de maior periculosidade e, se fosse o caso, ajudar até a oferecer emprego para aqueles que pudessem ser recuperados.

Seria uma ação conjunta da Justiça com o povo que, caso tivesse alguma suspeita sobre alguém, ou mesmo se houvesse sofrido alguma ameça ou sido lesado em ato criminoso, poderia consultar o site e, se não tivesse tido coragem de fazer, na época, uma ocorrência policial sobre o fato, poderia denunciá-lo por mais este ato, podendo até utilizar, se o medo persistisse, a denúncia anônima, que pode ser feita por telefone, se qualquer risco e mais, evitaria que as vítimas ficassem angustiantes horas em uma Delegacia Policial, para ver as fotos dos criminosos.

A insegurança sentida por todos hoje em dia, ante a criação e divulgação de um site com esse conteúdo, poderia amenizar e dar uma maior tranquilidade a grande parte da população.