De certo modo, "uma tendência geral para avaliar o desempenho de uma pessoa de acordo com os padrões de excelência, atingir o sucesso no desempenho e sentir o prazer contingente em um desempenho bem sucedido" é a motivação para o aprendizado, onde podemos dizer que um determinado desejo de sucesso, juntamente com a avaliação de uma determinada tendência, pode contribuir para avaliar o desempenho de alguém. Todos nós temos certas habilidades, ou seja, talentos para desenvolver domínios, tais como, esporte ou música. A motivação faz com que o indivíduo lute para alcançar o sucesso.

A motivação para o aprendizado, as habilidades intelectuais e o comportamento, variam de acordo com as situações e tarefas.

Publicidade
Publicidade

Uma criança, por exemplo, pode se esforçar em uma tarefa sendo um projeto artístico, e não se dedicar o suficiente em Matemática. No entanto, o que pode ser preocupante é quando a criança não se interessa por nenhuma das disciplinas mais importantes da escola, tais como: Comunicação e Expressão, e Matemática. O que vai determinar o nível de motivação da criança é o valor que a criança atribui ao sucesso, ou seja, valor de realização.

Existem várias tentativas de avaliar o valor de realização, sendo elas: "Qual a importância que a Matemática terá no seu trabalho futuro?", ou ainda, "Quanto você gostaria de ser bom em liderança?". O valor de realização influencia a escolha que a criança faz das atividades de aprendizado.

À medida que as crianças avançam na vida escolar, elas desenvolvem crenças sobre suas capacidades em diversas disciplinas.

Publicidade

Quando encontram uma tarefa específica, criam expectativas sobre o quanto a desempenharão bem, baseadas em partes em seus autoconceitos. As expectativas de sucesso não só resultam do sucesso anterior, mas também contribuem para o desempenho eficiente.

O sucesso escolar depende do quanto a criança se esforça, nas disciplinas pelas quais ela não tem muita habilidade, bem como se ela recebe ou não algum auxílio por parte dos educadores ou pais. Quando a criança se depara com um grau de dificuldade na tarefa a qual está desenvolvendo, ela poderá optar por continuar, e assim, correr o risco de errar, ou simplesmente desistir, quando não há nenhum tipo de incentivo. Ela acaba optando por desistir na maioria das vezes.

Nos processos de ensino aprendizagem, a participação dos adultos é fundamental, mesmo quando o adulto não teve a oportunidade de aprofundar-se nos estudos. Mesmo nos casos de pouco letramento, o acompanhamento realizado por um responsável faz com que a criança sinta-se observada, e com o dever de concluir aquela tarefa, e concluí-la bem.

Publicidade

A escola tem o papel fundamental de ensinar os alunos, bem como os pais têm o dever de auxiliar seus filhos nas tarefas de casa, mesmo que isso exija muito mais tempo e dedicação além das tarefas da rotina diária. Não dá para simplesmente deixar todo o trabalho para os professores, sendo assim, aparece a oportunidade de passar algum tempo próximo do dia a dia do seu filho.